Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

03/09/2013 - Cenário MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia indicia três por fraudes no vestibular para Oficiais da PM em Mato Grosso


A Polícia Judiciária Civil indiciou três pessoas na conclusão das investigações que apuraram fraudes cometidas nos vestibulares para ingresso no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso. O inquérito policial conduzido pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) foi encaminhado a 6ª Vara do Fórum de Cuiabá.

As investigações concluíram que Déberson Ferreira de Jesus substituiu o irmão Roberson Ferreira de Jesus e, num segundo certame, o amigo Roberto Leite Dias, nas provas realizadas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), nos anos de 2010 e 2011. Os três foram indiciados nos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso.

O inquérito policial conduzido pelo delegado Flávio Henrique Stringueta foi instaurado no dia 27 de abril de 2012, mediante documentação encaminhada pela Unemat, como cartões respostas e interpretação de texto das provas supostamente realizadas pelos candidatos Roberson e Roberto.

Perícia de comparação datiloscópica das digitais dos três investigados comprovou que Déberson esteve nos dois certames(2010 e 2011), fazendo as provas no lugar dos candidatos Roberson e Roberto. Outra prova inquestionável foi adquirida por meio de exame grafotécnico, que verificou a caligrafia das provas encaminhadas pela Unemat. “Esse foi um pouco mais complicado de ser feto, pois os três se recusaram a fornecer material gráfico”, explicou delegado Flávio Stringueta.

De posse de documentos com a grafia original de Déberson, adquirido junto Universidade Federal de Mato Grosso, onde era funcionário, e provas originais dos dois alunos, que frequentavam regularmente o CFO, a perícia confirmou que as grafias existentes nas provas dos dois cadetes foram escritas por Deberson Ferreira de Jesus.

O delegado Flávio Stringueta disse que mesmo a defesa dos dois alunos colocando em dúvida todo o processo seletivo, chegando a pedir a anulação das provas, a investigação concluiu que os dois cadetes entraram pela “janela” e que “não tinham competência para passar pelas provas e conseguiram alguém que as fizesse em seus lugares. Essas provas foram feitas em anos diferentes, em certames diferentes, e mediante a utilização de uma mesma forma de agir”, destaca.

No curso da apuração criminal, a Polícia Militar de Mato Grosso abriu processo administrativo contra os alunos Roberson Ferreira de Jesus e Roberto Leite Dias. O cadete Roberson Ferreira ainda responde o procedimento na Academia da PM e Roberto pediu exoneração da corporação. Déberson Ferreira de Jesus, atualmente, reside em Florianópolis (SC).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 168 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal