Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2013 - Kioskea Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

HTC abre um processo contra determinados empregados por roubo e fraude


O ano de 2013 está sendo definitivamente difícil para HTC. As vendas do HTC One foram inferiores às estimativas e o atual trimestre poderia ser deficitário. Novo revés para a empresa de Taiwan. Vários funcionários, incluindo diretores, supostamente roubaram informações secretas da companhia. O roubo se elevou a 252.000 euros.

Desde 2012, a fabricante HTC está em apuros. Apesar da boa recepção do HTC One e o desenvolvimento de outras versões deste smartphone, os balanços trimestrais se seguem e são muito semelhantes. O segundo trimestre de 2013 se terminou com um beneficio bem inferior ao ano precedente e das previsões. Mais preocupante ainda, o CEO da HTC, Peter Chou, estimava, no final de julho, que o déficit do atual trimestre poderia também ser deficitário.

A empresa de Taiwan rejeita qualquer rumor de venda e acredita no desenvolvimento de smartphones de gamas baixa e média.

No entanto, um novo golpe foi deferido contra HTC.
A empresa entrou com uma queixa contra três funcionários: Wu Chien Hung, diretor de Divisão, Thomas Chien, vice-presidente da divisão de design e Justin Huang, chefe da divisão de design da HTC One .

Várias coisas lhes são imputadas. Wu Chien Hung teria baixado informações secretas sobre o próximo Sense UI 6.0 que teria transmitido, via e-mails, para o exterior.

Além disso, os três funcionários teriam esperado para receber um bônus, neste dia 30 de agosto, antes de sair da empresa. Parece que o objetivo era criar a sua própria empresa de design e explorar os dados roubados.

Finalmente, eles teriam redigido um falso contrato exterior para a concepção de um casco. Realizado, de fato, internamente, eles teriam dividido entre eles, a soma faturada: 10 milhões de TWD (ou seja mais de 252mil euros).

Responsáveis da justiça de Taiwan confirmaram que os escritórios foram revistados sexta feira e que Wu Chien Hung Chien e Thomas, estão desde então, sob custódia.

HTC não precisava disto!

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 122 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal