Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

27/08/2013 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresário é acusado de golpe de meio milhão

Por: Carolina Bataier

Por meio de revenda de materiais de construção, estelionatário conseguiu atingir valor desonestamente.

A Polícia Civil de Bauru localizou um homem acusado de aplicar um golpe que pode chegar a meio milhão de reais. Usando documentos falsos, João Lima Filho, 55 anos, abriu uma empresa de materiais de construção em Bauru e organizou um esquema fraudulento que pode ter gerado grande prejuízo para outras empresas do ramo.

Além de RG, o estelionatário tinha também cartões bancários falsos, tudo no nome de João Luiz Martins. Várias compras de alto valor foram realizadas usando cartões de crédito.

Mas o grande esquema de João funcionava por meio de compra e venda de materiais de construção. Ele procurava empresas do ramo na região de Bauru, fazia grandes compras e mandava entregar os materiais em Bauru, em um terreno no Distrito Industrial. De lá, João levava os produtos para seu galpão, no Bela Vista, e revendia.

As buscas pelo acusado começaram em Cordeirópolis (a 198 km de Bauru), onde uma empresa foi alvo do golpe.

A Polícia Civil daquela cidade entrou em contato com os policiais de Bauru, que passaram a fazer buscar por aqui.

“O motorista de Cordeirópolis que fez o frete pra cá se lembrava do lugar onde descarregou”, conta o delegado Clédson Nascimento.

À partir desta informação, os policiais conseguiram chegar até João, que se apresentou à polícia acompanhado de um advogado e confessou os delitos.

MAIS

Ele tinha loja e galpão em Bauru

O galpão de armazenamento dos materiais ficava na rua Carlos Marques, no Bela Vista. Já a loja “João da Construção” ficava na rua Tamandaré, 31-33. Antes de se tornar estelionatário, João trabalhava como corretor de imóveis. Ele é natural de Garça, mas morava em Bauru há muitos anos.

R$ 300 mil, pelo menos, foram conseguidos pelo criminoso por meio de golpe.

Contas em aberto foram encontradas

No galpão, os policiais encontraram vários pisos, num total de R$ 95 mil. Na loja, foram encontradas contas bancárias em nome falso. Até a tarde de ontem, os policiais haviam contabilizados um golpe no valor de pelo menos R$ 300 mil, mas suspeitam que valor possa chegar a meio milhão ou mais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 290 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal