Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/08/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comerciante de Mogi diz ter perdido R$ 16 mil em 'golpe da lotérica'

Grupo cobrava para facilitar aquisição de concessões de lotéricas. Cinco pessoas já estão presas; cerca de 50 pessoas foram lesadas.

Um comerciante de Mogi das Cruzes (SP), que foi vítima do 'golpe da lotérica', disse nesta terça-feira (20) que perdeu cerca de R$ 16 mil ao ser enganado pelos suspeitos. Ele entrou em contato com os golpistas após ver um anúncio no jornal sobre venda de concessão de lotéricas. Cinco suspeitos de aplicar os golpes já foram presos.

De acordo com a vítima, que preferiu não se identificar à TV Diário, os suspeitos tinham detalhes técnicos sobre o processo de aquisição do estabelecimento. Foi essa conduta que convenceu o comerciante: "Eles sabiam exatamente qual eram os preços dos equipamentos da Caixa (Econômica Federal). Os preços dos mobiliários", disse o comerciante lesado.

Nesta terça-feira (20), um homem foi preso em Mogi das Cruzes. Ele é suspeito de fazer parte da quadrilha. Na segunda-feira, outras quatro pessoas foram presas em São Paulo. Os policiais chegaram até uma sala no centro da capital e surpreenderam três suspeitos negociando, por telefone, com uma suposta vítima. Segundo a polícia, pelo menos 50 pessoas foram vítimas da quadrilha. Elas pagaram um adiantamento pela transferência das lotéricas. No Alto Tietê, duas pessoas de Suzano e uma de Mogi das Cruzes estão entre as vítimas.

A Políciia Civil chegou aos suspeitos após descobriu os bancos em que os supostos golpistas faziam os depósitos para pagar os anúncios de jornal. "Nós tínhamos a informação, no primeiro mês de investigação, que eles estavam na região da Praça da República. Nós deixamos policiais perto de agências bancárias", detalhou Batalha.

O delegado destacou ainda que os principais membros foram presos na segunda-feira (19). Os suspeitos de 54, 52 e 48 anos foram detidos no escritório do grupo, na região central da capital paulista. Uma mulher foi presa antes da polícia chegar ao escritório no Centro de São Paulo.

Flagrante

Durante a ação, o delegado Alexandre Batalha chegou a atender a uma ligação de alguém que viu um anúncio no jornal e procurava os serviços do grupo. A polícia conseguiu na Justiça autorização para quebrar o sigilo telefônico e comprovar o golpe. As vítimas do grupo são de vários estados.

“A gente consegue tudo direitinho na Caixa [Econômica Federal], só que pra isso, a gente tem que falar a mesma linguagem. Pra você poder assinar, você vai ter que pagar a taxa de transferência. Você vai ter que pagar antes de você assinar a concessão”, afirma um dos suspeitos, numa conversa com uma vítima. As gravações também registraram o diálogo de um dos suspeitos com uma vítima de Maceió, em Alagoas. Ela pergunta qual é a margem de lucro e a localização da loteria. O suspeito de estelionato diz que a lotérica está em um supermercado e a margem de lucro é de R$ 18 mil.

Uma vítima de Piracicaba, no interior de São Paulo, foi repreendida pelo golpista por tentar apurar o repasse da concessão junto à Caixa Econômica Federal, como mostra a gravação obtida pelo Bom Dia São Paulo. “Eu fui à Caixa pra ver a questão da lotérica, porque está meio estranho. Isso daí está cheirando a golpe até. O pessoal falou que não tem como fazer isso”, disse a vítima.

“Eu acabei de falar pro Danilo que eu fiz a transferência pela Superintendência em Brasília, justamente porque a Caixa de Piracicaba bloqueia. Ela vai falar que não pode fazer e o senhor foi lá na Caixa falar”, afirma um suspeito.

“A lábia dos falsários, a maneira como eles se arquitetavam, tudo isso fazia com que os interessados acreditassem mesmo que estariam mesmo adquirindo uma concessão de lotérica”, afirmou o delegado Alexandre Batalha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 148 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal