Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/11/2007 - A Tribuna Digital Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Conselho propõe medidas de segurança para o crédito consignado


O Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) vai encaminhar sugestões ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para melhorar a segurança, evitando as fraudes nas operações com o crédito consignado.

De acordo com o CNPS, aposentados e pensionistas somente poderão contrair empréstimo em instituições do mesmo estado em que recebem o benefício e que o depósito seja feito em conta corrente do beneficiário tomador do crédito.

Para os demais beneficiários, que recebem por meio de cartão magnético, o Conselho recomendou a realização de estudos para verificar a viabilidade de creditar o valor do financiamento diretamente no cartão do beneficiário.

O secretário de Políticas de Previdência Social, Helmut Schwarzer, explicou que o INSS recebeu 4.300 denúncias, de abril a outubro deste ano, sendo que 46% (1.978) delas são reclamações relativas a operações realizadas com instituições financeiras de estados diferentes de onde o beneficiário recebe o pagamento e à liberação dos recursos por ordem de pagamento.

Segundo ele, a realização de empréstimo consignado por pessoas de outro estado “é uma forma freqüente de fraude”. O uso de ordem de pagamento para sacar o dinheiro do crédito é outra modalidade de fraude muito usada pelas quadrilhas.

Faltam ajustes

As medidas recomendadas, segundo o secretário, devem ser implantadas gradativamente pelo INSS. O crédito direto em conta corrente, por exemplo, vai exigir ajustes nos sistemas de processamento de dados dos bancos e da Dataprev. São 11 milhões de beneficiários da Previdência Social que recebem o pagamento em conta bancária.

Se recorrer a empréstimo consignado, o crédito será feito obrigatoriamente em suas contas correntes. Atualmente, a liberação do dinheiro pode ser feita por ordem de pagamento ou por crédito na conta de outra pessoa. Há casos, já constatados, em que o fraudador abre uma conta, com dados falsos, apenas para receber o dinheiro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 263 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal