Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

16/08/2013 - A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

DIG descobre esquema que clonava máquinas de cartões magnéticos

Por: Eduardo Velozo Fuccia


Um homem detido por policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos confessou que recebia a quantia de R$ 300,00 para permitir a instalação de dispositivos de clonagem de dados em máquinas de cartões magnéticos. Esse valor era pago para cada equipamento fraudado.

Indiciado em inquérito por tentativa de estelionato pelo delegado Luiz Eduardo Lino de Sousa, Israel Souza da Silva, de 20 anos, trabalhava havia um ano e três meses como instalador e técnico de manutenção da POS Connect Informática, empresa que presta serviços para a Redecard, conforme disse.

Segundo o acusado, ele foi abordado por um desconhecido no camelódromo da Praça Coronel Lopes, no Centro de São Vicente, que lhe propôs avisá-lo antes de instalar equipamentos da Redecard em estabelecimentos comerciais. Para isso, o estranho teria fornecido dois números de celulares para contato, que já são de conhecimento da DIG.

Ainda de acordo com Israel, o objetivo do desconhecido era colocar dispositivos nas máquinas, mediante o pagamento de R$ 300,00, antes de elas serem instaladas nos comércios conveniados. Conhecidos nos meios policiais como chupa-cabras, tais dispositivos servem para clonar cartões de crédito e de débito.

As investigações são realizadas pelos policiais Marcelo Canuto, Joaquim Bonorino, Janer Chaves e Hipólito Adiego. Eles apuraram que Israel instalou pelo menos duas máquinas com chupa-cabra em dois mercados. Os comércios ficam na Avenida Senador Feijó, na Vila Mathias, e na Avenida Afonso Pena, na Aparecida.

Segundo os investigadores, outras 15 máquinas foram apreendidas na POS Connect Informática e serão submetidas a perícia para verificar se tiveram instalado algum dispositivo de clonagem de dados. Na casa de Israel, os policiais recolheram um equipamento da Redecard e 76 chips novos de operadoras utilizados nesses aparelhos.

Como não houve flagrante, Israel foi indiciado e liberado. Porém, as investigações prosseguem, destacou o delegado Lino. “Queremos identificar o homem que teria assediado o técnico de manutenção e as vítimas que eventualmente tiveram os seus cartões clonados, bem como apurar os prejuízos gerados pela fraude”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 137 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal