Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/08/2013 - Cenário MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suposto golpista de passagens aéreas depõe em MT e diz que ignorava crime

Suspeito prestou depoimento na tarde desta segunda-feira (12) em Cuiabá. Ele foi preso pela polícia de MT em Florianópolis na última quinta-feira.

Preso na última quinta-feira (8) e transferido pela Polícia Civil de Mato Grosso para Cuiabá, o rapaz de 28 anos suspeito de cometer golpes na venda de passagens aéreas alegou em depoimento nesta segunda-feira (12) que desconhecia o caráter criminoso das fraudes admitidas por ele em empresas de turismo em todo o Brasil.

A informação é do delegado Carlos Américo Marchi, da divisão de Roubos e Furtos (Derf), que indiciou o suspeito pelo crime de roubo mediante fraude - cuja pena vai de dois a oito anos de prisão.

Na quinta-feira, o suspeito foi preso no setor do desembarque do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis (SC), ao retornar de uma viagem com a esposa e os dois enteados a Bariloche, na Argentina.

Ele reside atualmente em Jurerê, Florianópolis, onde aluga uma mansão por R$ 4,5 mil mensais, dinheiro que a polícia acredita ter sido oriundo da venda fraudulenta de passagens aéreas mediante fraude a empresas consolidadoras do ramo turístico.

Segundo Marchi, o depoimento do suspeito foi ouvido com a presença da advogada do suspeito, que viajou do estado de Santa Catarina para Cuiabá para acompanhá-lo.

O suspeito, que não chegou a resistir à prisão no aeroporto de Florianópolis, admitiu ao delegado que vinha negociando passagens aéreas obtidas via fraude há cerca de um ano e meio, mas afirmou que desconhecia o fato de a prática configurar crime.

Natural do Rio de Janeiro, o suspeito tem conhecimentos avançados em informática e se utilizava deles para obter dados das empresas consolidadoras - as quais, no ramo do turismo, fazem intermédio entre as pequenas agências de viagem e as grandes companhias aéreas para viabilizar a venda de bilhetes a preços mais módicos. Além desses dados, ele conseguia burlar os sistemas de segurança dos provedores de e-mail utilizados pelas empresas.

Assim, conseguia “infiltrar-se” nas companhias e emitir, por meio delas, os bilhetes vendidos pelas companhias aéreas. Essas passagens ele depois vendia por valores inferiores à metade do preço e conseguia clientes apresentando-se como alguém que, devido à grande quantidade de pontos de milhas, conseguia obter bilhetes baratos. Família, amigos e divulgação na internet também ajudavam a incrementar o número de clientes do suspeito, segundo o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal