Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/08/2013 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dentista é preso por fraude em vestibular na Uniara

Por: Gabriela Martins

Suspeito faria parte de quadrilha que passava respostas, por meio de ponto eletrônico, do exame de Medicina.

Um dentista foi preso na tarde de ontem (15) sob suspeita de integrar grupo que fraudava o vestibular de medicina do Centro Universitário de Araraquara (Uniara).

O exame realizado no último dia 6 de julho acabou com a detenção de 12 estudantes, todos flagrados com pontos eletrônicos, aparelho pelo qual receberiam as respostas da prova. Todos foram levados para a delegacia e respondem em liberdade pelo crime de fraude.

De acordo com Fernando Bravo, delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), a investigação teve início antes mesmo do flagrante, quando a Uniara recebeu a denúncia e o procurou. “Fomos juntando provas até chegar em dois, mas o grupo conta com mais membros.”

A DIG chegou aos nomes de Sérgio Aparecido Miquelon, de 55 anos, corretor imobiliário, que está foragido (leia mais abaixo), e do dentista Júlio Cesar Aparecido Curti, 48. Ontem, os policiais da DIG cumpriram os mandados de busca e apreensão na casa de ambos.

Curti foi preso em sua casa, na Chácara Velosa. No local, foram encontrados diversos livros de diversas áreas, pen drive e um computador. O dentista ficará preso temporariamente por cinco dias em Jaboticabal, entretanto, o delegado vai solicitar a prisão preventiva.

De acordo com o delegado titular da DIG, Elton Hugo Negrini, apesar de afirmar que simplesmente prestou o vestibular, há provas de que ele participaria do esquema de fraude. “Apesar de alegar que estava simplesmente fazendo a prova, sabemos que ele fez a prova e saiu para passar o gabarito.”

Fernando Passos, assessor jurídico da Uniara, repassou ainda ontem documento que comprova a participação do dentista no vestibular. Ele prestou a prova, mas não passou. Uma hipótese é que ele preencheu as respostas corretas em um rascunho antes de divulgá-las aos candidatos. “Solicitamos as imagens da universidade para saber se ele realmente prestou a prova e se estava de peruca”, comenta Negrini.

Acredita-se que no grupo cada um tinha uma função específica para resolver cada área pedida no vestibular.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 132 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal