Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

14/08/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia registra mais de 300 casos de estelionato em seis meses em Marília

Idosos costumam ser as vítimas mais comuns desse tipo de crime. Câmeras registraram a ação deste tipo de criminosos em Garça.

Em Marília (SP) e região a Polícia Civil registrou mais de 300 casos de estelionato de janeiro a julho deste ano. A maioria dos crimes envolve transações financeiras e aposentados são as vítimas mais comuns. Na região, imagens de circuito de segurança registraram um golpista em ação em Garça. A vítima foi uma idosa de 71 anos que sacou R$ 5.500 para entregar ao criminoso. As câmeras mostram a idosa indo com o homem para uma agência bancária, onde sacou o valor e depois entrando no carro do criminoso para entregar o dinheiro.

A idosa foi mais uma vitima do golpe do bilhete premiado. A aposentada conta que primeiro foi abordada por um homem simples, que dizia ter um bilhete sorteado, mas não conseguia tirar o dinheiro porque não tinha documentos. Um segundo homem, que também aparece nas imagens, foi quem a convenceu a sacar o dinheiro no banco com a promessa de que ela receberia R$ 200 mil do suposto prêmio. "Ele levou o dinheiro em um envelope e quando foi me deixar, pegou várias joias minhas, só não levou uma medalha que tenho com os nomes dos meus filhos, eu pedi que ele não levasse e ele aceitou. Em nenhum momento eu desconfiei que era um golpe", conta Dursulina Freire.

Depois de descobrir que havia sido vitima de um golpe, a aposentada registrou o crime na delegacia de Garça. Mas, o homem que aparece na imagem ainda não foi localizado. O delegado Valdir Tramontini faz um alerta para que as pessoas se previnam da fraude. “Em toda as situações em que a pessoa solicita a vítima uma garantia, é preciso redobrar a atenção, pois ela pode estar sendo enganada por estelionatários”, explica.

Em menos de uma semana duas pessoas foram vitimas desse estelionato em Garça. Mas, além do golpe do bilhete, outro vem se tornando comum, ele é aplicado no comércio. É quando os criminosos usam os dados de alguém para conseguir crédito, como empréstimos por exemplo. A polícia orienta sempre desconfiar de propostas atrativas demais. Uma pesquisa do Serasa apontou que a cada 15 segundos uma pessoa é vitima de fraude no Brasil.

Joaquim Ferreira caiu em um desses golpes. O aposentado de 78 anos, foi abordado em casa por homens que ofereceram um colchão massageador pelo preço de R$ 70. O produto daria fim as dores constantes que ele sente nas costas. O aposentado recebeu o colchão, mas também forneceu todos os dados pessoais para os estelionatários, que fizeram um empréstimo consignado em nome dele no valor de R$ 2.300.

O aposentado foi levado ao banco pelos criminosos para assinar o empréstimo. "Nós fomos ao banco e eu fiquei sentado esperando, a moça foi até o caixa e voltou com papéis para eu assinar e foi o que fiz. Em nenhum momento eu achei que era um golpe", afirma o aposentado.

O golpe só foi descoberto quando o neto do aposentado, que mora em outra cidade, estranhou a compra feita pelo avô e encontrou junto com o produto o contrato de empréstimo. O caso também foi parar na policia e a agora a família do aposentado vai cobrar do banco o prejuízo. "Quando vamos com ele, somos da família é a maior burocracia, temos que ir quatro dias para renovar uma senha, agora ele vai com uma pessoa estranha e ninguém do banco vai conversar com ele, saber se ele está querendo realmente fazer um empréstimo, se era isso mesmo”, questiona o neto Fernando Henrique de Souza.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 264 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal