Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/08/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Acusados de estelionato devolvem imóvel a idosa de Campo Grande

Por: Nadyenka Castro

Advogado diz que entrega da casa foi “voluntária”. Justiça mandou devolver ano ano passado, mas casal recorreu e TJ manteve.

Os acusados de estelionato contra uma idosa de Mato Grosso do Sul devolveram o imóvel que, segundo a vítima, foi tirado dela por um golpe praticado pela pastora e pelo marido. O advogado da ré, Fábio Brazílio Vitorino da Rosa, diz que a devolução foi por iniciativa deles.

As chaves da casa que fica em uma área nobre de Campo Grande foram entregues à mulher de 81 anos na quarta-feira (7). “Já até fui lá”, diz Orlanda de Oliveira Rosa, dona da residência avaliada, em 2011, em R$ 535 mil.

Estelionato

A vítima contou que conheceu Julieta de Souza e Nelson Martins Jimenez, quando passou a frequentar a igreja em que a acusada era pastora, no bairro Coronel Antonino. A idosa contou que, em desconfiar das intenções do casal, decidiu por conta própria assinar uma procuração autorizando os dois a movimentar a conta dela.

De acordo com a idosa, a casa foi parar com Julieta e Nelson porque foi convencida por eles a comprar o imóvel e a colocar no nome deles, que se mudaram com os filhos para lá.

A vítima disse que percebeu o golpe quando recebeu em casa a visita de um desconhecido que se identificou como Giovani. Segundo ela, o rapaz foi até seu apartamento e contou que a suspeita estava sendo “falsa”.

Caso de polícia

A partir da suspeita, a família da idosa levou o caso à polícia, em 2011. Os policiais verificaram indícios de estelionato e o Ministério Público Estadual (MPE) denunciou a pastora e o marido dela à Justiça.

Em dezembro do ano passado a Justiça determinou que o imóvel fosse devolvido à idosa. O casal recorreu e o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul manteve a decisão de primeiro grau.

Julieta e Nelson já se mudaram e na semana passada, os réus entregaram as chaves da residência para a vítima. “Resolvemos fazer a entrega voluntária das chaves em juízo”, fala o advogado Fábio Brazílio.

De acordo com o advogado, a situação ainda não é definitiva. Está agendada para outubro uma audiência de conciliação e caso não haja acordo, serão ouvidas testemunhas de ambas as partes e analisadas as alegações dos dois lados. “Ainda não é definitivo. É medida cautelar e pode vir a mudar”, finaliza.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 158 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal