Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/08/2013 - Tribuna do Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil prende estelionatário em Natal


A Polícia Civil do Distrito Federal com o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Norte realizou a prisão na manhã desta terça-feira (6), de Laudemir de Borba Moreira, no bairro de Neópolis, Zona Sul de Natal. Ele é acusado de estelionato e contra ele havia dois mandados de prisão expedidos pela Justiça de Brasília, de onde ele já vinha sendo procurado há cerca de um ano.

Laudemir é acusado de aplicar golpes abrindo empresas fantasmas usando nomes falsos. As investigações foram feitas pela Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (CORF), que registrou pelo menos quarenta golpes aplicados por ele, que variavam entre 05 mil a 500 mil reais. Os golpes eram aplicados desde o ano de 2005 e só em Brasília ele já responde a 14 inquéritos policiais por estelionato, formação de quadrilha, receptação e lesão corporal.

Ao saber que ele se encontrava na capital potiguar, a Polícia Civil de Brasília entrou em contato com a Polícia Civil do RN, que através da Diretoria de Policiamento da Grande Natal (DPGRAN), designou uma equipe para efetuar a prisão do estelionatário, na casa onde este havia alugado, que fica localizada no Conjunto Monte Belo, em Neópolis. O preso também é acusado de aplicar golpes em João Pessoa-PB e já vinha se articulando para aplicar golpes em Natal, inclusive usando nome de pessoas já falecidas.

Segundo a equipe da Polícia Civil de Brasília, eles descobriram que Laudemir iria se casar no último sábado, na cidade de João Pessoa. No entanto, quando o acusado foi tirar o atestado de antecedentes criminais, documento que havia sido exigido para o casório, descobriu que havia mandados de prisão expedidos contra ele e que a polícia o estava monitorando. Ele então resolveu cancelar o casamento na sexta-feira, sob o pretexto de que a mãe estaria doente, e veio se esconder em Natal, na casa onde iria morar com a futura esposa, mas a Polícia descobriu a rota de fuga do acusado.

Com Laudemir, a polícia apreendeu um veículo tipo Cobalt, de cor preta, placas OEV-9075, considerado carro de estouro, além de cédulas de dólar, euro, documentos falsificados, dentre outros objetos pessoais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal