Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

08/08/2013 - Portal Bragança Notícias / Agência Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Corrupção – MEC vai afastar servidores de instituto federal do Paraná acusados de desvio de recursos


O Ministério da Educação (MEC) vai afastar os servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná (IFPR) que estão sob investigação por suspeita de envolvimento no desvio de R$ 6,6 milhões do setor de educação a distância do instituto. Segundo nota divulgada hoje (8) pela pasta, eles serão “imediatamente” afastados de suas funções para “resguardar o andamento das investigações”.

A nota foi divulgada após operação da Polícia Federal (PF) que prendeu, nesta quinta-feira, 18 pessoas suspeitas de envolvimento no desvio de recursos. Em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), a Operação Sinapse investigava o grupo desde março de 2012. O dinheiro era proveniente do MEC.

O ministério diz que, em conjunto com a CGU, vai instaurar processo administrativo disciplinar para a apurar a responsabilidade dos servidores envolvidos. O MEC informa que apoia o trabalho da CGU e da PF. Além disso, o ministério diz que a investigação começou por pedido do próprio ministério, que solicitou, em 2011, uma auditoria para analisar o convênio firmado entre o IFPR e uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip).

Em nota, o IFPR diz que todos os documentos solicitados foram prontamente entregues para investigação e que a atual gestão (iniciada em junho de 2011) “toma providências internas para verificar a regularidade e averiguar todos os convênios firmados pelo IFPR, inclusive os termos de parceria firmados pela Diretoria de Educação à Distância (EAD/IFPR), com solicitação de colaboração da Controladoria Geral da União/Controle Interno do Ministério da Educação para realização de auditoria.”

O instituto reitera compromisso com o ensino público e com a transparência da gestão e que aguarda mais informações e o prosseguimento das investigações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 134 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal