Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

08/08/2013 - Diário da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

“Central de fraudes”

Por: Hélmiton Prateado


O diretor da Faculdade Padrão, Walter Paulo Santiago está com uma renhida briga judicial contra seu ex-funcionário João Rodrigues de Paula Oliveira. O motivo são as investidas de João Rodrigues tentando assumir o controle acionário da Padrão, expulsar Walter da faculdade e tomar até mesmo uma casa dele que lhe havia sido cedida para morar com sua esposa.

Aliás, a esposa de João Rodrigues, Patrícia Mendonça de Souza Oliveira, é protagonista de outra disputa também pelo controle de uma faculdade, a Faculdade Unida de Campinas (Fac Unicamps). A assertiva de que casal que tenta unido, tomar faculdade dos outros, permanece unido, é a tônica citada pelos advogados de Walter Paulo.

O fundador e diretor da Faculdade Padrão convidou João Rodrigues para trabalhar em sua instituição e lhe colocou com 0,5% de cotas da faculdade. Também lhe cedeu uma luxuosa casa em um condomínio fechado para que ele morasse com Patrícia. Walter Paulo ajudou Patrícia e a professora Maria de Fátima das Chagas Diniz a montarem a Fac Unicamps. Uma era sua servidora de confiança, exercendo a estratégica função de coordenadora pedagógica. A outra, Patrícia, caiu nas graças de Walter Paulo até ao ponto desse envolvimento render uma acusação de assédio sexual.

Quando descobriu que João Rodrigues se valia de artimanhas para desviar dinheiro da Padrão para as contas da Fac Unicamps o rompimento foi inevitável. Sem o emprego e a minúscula sociedade na Padrão e ainda com os brios mexidos com a suspeita de um envolvimento mais ardente entre sua mulher Patrícia e Walter Paulo, o demissionário João Rodrigues partiu para o ataque.

Se valendo de documentos falsificados contratou advogados para tentar tomar a casa em que mora e está até hoje se valendo desses mesmos documentos para tentar ganhar o cobiçado bônus da Faculdade Padrão. Essa primeira investida com documentos falsificados lhe rendeu um inquérito e uma ação criminal por estelionato. Ele e seu advogado à época foram denunciados criminalmente pelo Ministério Público e por serem primários e com bons antecedentes receberam o benefício da suspensão da ação penal.

Silêncio

Esse advogado é descrito por outros que conhecem a demanda como tendo sido uma espécie de “inocente útil” e que foi ludibriado por João Rodrigues para demandar contra Walter Paulo com uso de documentos falsificados. Quando viu a enrascada em que havia se metido deixou o cliente tão logo conseguiu se livrar da ação penal que tinha todas as condições para virar condenação por um crime que ele não sabia que estava cometendo.

“Por dever de sigilo profissional não posso me pronunciar sobre esse caso. O importante é que renunciei ao patrocínio das causas desse senhor por impossibilidade de continuar a defendê-lo. Nada mais quero dizer sobre isso”, encerra o advogado, que pediu para ser mantido no anonimato.

Psicopata

Walter Paulo é mais enfático ao se referir ao ex-sócio em vários assuntos. “Esse moço é um psicopata, ele é um caso para ser estudado pela ciência, é um doente. Desviou mais de R$ 1 milhão da Faculdade Padrão e ainda quer tomar a faculdade para ele. Oferece dinheiro para todo mundo ficar do seu lado.”

A acusação de assédio sexual contra Walter Paulo teve lances de espionagem revistos em momentos recentes. Patrícia gravou conversas com Walter sem que ele desconfiasse. Esse mesmo ardil teria sido usado por ela recentemente para gravar conversas constrangedoras com uma figura proeminente da sociedade. “Essa conversa é real e parece que existiu isso mesmo”, desabafa Walter Paulo.

A reportagem tentou novamente ouvir João Rodrigues e Patrícia Oliveira. Os dois não atenderam e não retornaram as ligações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1215 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal