Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

04/08/2013 - Século Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Juiz divide ação penal contra Quinta por fraudes em licitações

Por: Nerter Samora

Ex-prefeito de Presidente Kennedy vai responder em separado à acusação de irregularidades.

O juiz da comarca de Presidente Kennedy, Marcelo Jones de Souza Noto, determinou a separação da ação penal movida contra o ex-prefeito do município, Reginaldo Quinta (PTB), em relação às denúncias contra empresários e ex-servidores acusados de corrupção. Apesar dos processos terem sido “unidos” no início deste ano, o magistrado entendeu que a união das ações não se mostrou conveniente por conta do risco da alegação de eventuais nulidades.

Na decisão prolatada nessa quarta-feira (31), o juiz acolheu os argumentos da defesa do ex-prefeito, que não teria participado da oitiva de um policial federal, testemunha de acusação no processo. “Assim, visando evitar futura nulidade e com intuito de imprimir maior celeridade ao feito, desmembro mais uma vez os processos, devendo formar-se traslado com cópia integral dos autos em relação ao denunciado [Reginaldo Quinta]”, determinou.

Nos autos do processo, o Ministério Público Estadual (MPE) acusa o ex-prefeito de participação no esquema de fraudes em licitações e contratos firmados em sua gestão. As investigações foram iniciadas durante a Operação Moeda de Troca, que levantou a existência de uma quadrilha, integrada por empresários, políticos e servidores públicos, especializada em frustrar o caráter competitivo de licitações em diversos municípios do Estado. Em Presidente Kennedy, as fraudes estavam relacionadas a convênios para a realização de eventos.

De acordo com o MPE, o prefeito teria recebido R$ 50 mil de propina para garantir a celebração irregular de convênio para a realização de festividades no município. A denúncia chegou a ser recebida pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado (TJES), em maio do ano passado, porém, os autos foram baixados para o juízo de 1º grau com a perda de mandato do petebista – cassado pela Câmara de Vereadores do município.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal