Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/08/2013 - Alagoas 24 horas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha acusada de falsificação de documentos é presa em Maceió

Por: Priscylla Régia e Izabelle Targino


Uma quadrilha especializada em falsificação de documentos e estelionato foi presa, nesta segunda-feira, 05, durante uma operação do Bope e do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) do Ministério Público Estadual.

Os mandados de prisão e busca e apreensão, expedidos pela 17ª Vara Criminal, foram cumpridos, nesta manhã, nos bairros de Ponta Verde, Pinheiro e Benedito Bentes. Com os cinco acusados presos, a polícia apreendeu diversos documentos, entre RG e CPF, além de dinheiro, cheques, cartões de crédito, notebooks, diversas fotos 3x4, quatro veículos, uma pistola 380 e uma pistola de brinquedo.

De acordo com informações do Gecoc, o grupo, que atuava do Rio Grande do Norte ao estado da Bahia, é especializado em falsificar documentos para foragidos da Justiça e empréstimos bancários de valores altos.

"Os documentos são uma pequena amostra de tudo que foi apreendido. Eles utilizavam a documentação falsa para retirada de empréstimos de R$100 mil e R$200 mil. Também faziam cartões de créditos e todo o tipo de documentos. A quadrilha atuava há 10 anos e não podemos mensurar o número de documentos falsos, dinheiro e clientes do grupo", informou o coordenador do Gecoc, promotor Alfredo Gaspar de Mendonça.

O MP também investiga a participação de gerentes de bancos no esquema fraudulento. "Sabemos que estes empréstimos contavam com a conivência de gerentes bancários. Alguns já foram identificados", disse o promotor.

As investigações tiveram início há quatro meses e culminaram na prisão de Givaldo Antônio Soares, no bairro Pinheiro, Oliveira de Carvalho Costa, detido em um apartamento na Ponta Verde com pelo menos 29 carteiras de identidade diferentes, João Alves Bitu Filho, preso em um mercadinho no Benedito Bentes, José Arnaldo Costa Filho, que se apresentou à polícia no andamento da operação, e um outro acusado com identidade não revelada. Apenas um membro do grupo continua foragido.

"Nunca se chegou a um esquema tão grande como este. Eles já haviam iniciado negociação internacional. Tinham encomendado produtos da China, orçados entre R$ 1 milhão e R$1,5milhão. Mas,conseguimos interceptar a carga", finalizou o promotor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 310 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal