Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

30/07/2013 - @ Verdade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estancada onda de falsificação de passaportes moçambicanos na África do Sul


O Consulado Geral de Moçambique em Joanesburgo, África do Sul, estancou os focos de falsificação de passaportes nacionais, envolvendo redes de criminosos que actuavam em conexão com alguns funcionários da representação diplomática.

José Manhique, Conselheiro do Consulado em Joanesburgo, citado pelo Jornal “Notícias”, disse ter havido uma redução do número de casos de falsificação de passaportes envolvendo os colaboradores, mercê do reforço das medidas de controlo e de segurança.

Segundo Manhique, os crimes são executados, na maioria das vezes, com envolvimento de indivíduos pertencentes às redes internacionais de falsificação de documentos, mas agora sob controlo das autoridades policiais sul-africanas.

Manhique disse, por outro lado, que o respeito granjeado pelo passaporte moçambicano a nível dos restantes Estados membros da SADC faz com que cidadãos estrangeiros ilegais de várias nacionalidades, a viverem na RAS, procurem, a todo custo, obter o passaporte do país.

Os cidadãos provenientes da região dos Grandes Lagos constituem, segundo a fonte, a maioria dos que procuram adquirir um passaporte moçambicano.

Em relação aos certificados de emergência, Manhique acrescentou que o Consulado-Geral tem vindo a detectar casos de moçambicanos que optam por destruir os documentos já expirados convencidos de que podem obter nova documentação em Joanesburgo, com o prazo em dia.

O Consulado-Geral de Moçambique, em Joanesburgo, emitiu, em 2012, pouco mais de 13 mil certificados de emergência para os moçambicanos que residem e trabalham naquele país vizinho. Só no corrente ano, já foram emitidos 5863 certificados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 195 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal