Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

29/07/2013 - Jornal O Nortão Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatários são presos após "venderem" notas falsas por meio milhão de reais

A dupla foi presa pelo Serviço Reservado da PM, em um veículo Geta, de placas AUA6277, chegando na cidade de Ouro Preto.

A cobiça em ganhar dinheiro fácil é tão grande que muitas pessoas ficam cegas e acabam caindo em vários golpes. Em Jaru nos últimos dias, dois homens, identificados como Guerino Walter Minervino, de 76 anos e Charles Souza Aragão, de 34 anos, chegaram à cidade e fizeram algumas amizades. Durante as conversas, eles convenciam as vítimas dizendo que trabalhavam no Banco Central e que sabiam fazer dinheiro. Para serem convincente, os falsários “fabricavam” notas de R$ 100 em uma folha de papel sulfite na frente da vítima. Em seguida, sem que a pessoa percebesse, um deles trocava o dinheiro falso por dinheiro de verdade e a mandava ir ao banco trocar o dinheiro. Como o montante era verdadeiro, o banco aceitava e a vítima passava a acreditar na história.

Então, a vítima retornava ao hotel e comprava uma grande quantia em dinheiro falso. O dinheiro falso era colocado dentro de várias caixas de isopor e lacradas, tendo abertura somente na parte de cima. Mas, era colocado uma folha de sulfite impressa de notas de R$ 100 e as debaixo eram apenas sulfite em branco. Ao entregar as caixas, os estelionatários enrolavam a vítima novamente e mostrava somente a parte de cima das caixas. Rapidamente, a vítima pegava as caixas e saiam do hotel, pagando todo o dinheiro falso com notas verdadeiras. Dependendo da negociação, os valores eram negociados em até 2 por 1 (duas falsas por uma nota verdadeira).

De acordo com a Polícia, uma pessoa, em Jaru, chegou a pagar R$ 500 mil para obter R$ 1,5 milhão em notas falsas. Ao chegar a sua casa e perceber que foi vítima de um grande golpe, não hesitou e foi reclamar para a Polícia.

A dupla foi presa pelo Serviço Reservado da PM, em um veículo Geta, de placas AUA6277, chegando na cidade de Ouro Preto. Dentro do carro, os PM's encontraram várias caixas de isopor, já preparadas com a primeira folha com dinheiro e a restante com papel branco; vários produtos químicos para a preparação nas notas; uma grande quantia em dinheiro verdadeiro e vários utensílios para a fabricação do dinheiro.

A Polícia informou que a dupla estava agindo há um mês no Estado de Rondônia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 145 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal