Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

16/11/2007 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude fiscal nas empresas

Por: Raquel Oliveira


As grandes empresas também estão envolvidas em fraudes fiscais. Para isso, basta comparar a lista das mil maiores empresas com as que estão associadas à Operação Furacão, sugeriu ontem o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Amaral Tomaz. A denúncia foi admitida pelo presidente da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP), Francisco van Zeller.

“Enraizou-se a convicção de que as grandes empresas não cometem fraude, mas a realidade é diferente do que se pensa”, afirmou Amaral Tomaz perante a Comissão Parlamentar de Orçamento. Mas o secretário de Estado recusou ir mais longe, dadas as obrigações a que está sujeito pelo sigilo fiscal.

Van Zeller afirmou, posteriormente, ter conhecimento de que muitas das grandes empresas portuguesas recorrem a práticas fraudulentas para fugir ao fisco e adiantou que alguma delas até são associadas da Confederação.

No Parlamento, Amaral Tomaz frisou que a fraude fiscal em Portugal é diferente da de outros países, com as grandes empresas entre as que merecem um acompanhamento mais intenso.

O programa do Governo de recuperação das dívidas fiscais está, segundo o segovernante, a produzir efeitos, com 50% das dívidas do último ano a serem pagas.

Amaral Tomaz recordou o valor total das dívidas que, a 31 de Dezembro de 2006, atingiam quase os 17 mil milhões de euros, 13,3 mil milhões dos quais em dívidas fiscais e 3,2 mil milhões de não fiscais, ou seja, referentes, por exemplo, a taxas de televisão ou da Segurança Social.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 289 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal