Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

21/07/2013 - UOL Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Telexfree afirma ter R$ 660 milhões para voltar a funcionar

Por: Matheus Lombardi


A empresa Telexfree (Ympactus Comercial Ltda.), que está proibida de operar por acusação de praticar pirâmide financeira, divulgou uma nota, neste final de semana, na qual afirma que ofereceu cerca de R$ 660 milhões à Justiça como garantia para desbloquear as contas dos associados e poder voltar a fazer novos cadastros.

A movimentação de dinheiro da empresa está proibida pela Justiça desde o final de junho. A Telexfree também continua impossibilitada de realizar novos cadastros de divulgadores, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.

Atuando no Brasil desde março de 2012, a Telexfree vende planos de minutos de telefonia de voz sobre protocolo de internet (VoIP, na sigla em inglês). Porém, segundo a acusação da Justiça, isso seria apenas uma fachada.

A empresa é investigada por indícios de formação de pirâmide financeira, modalidade considerada ilegal porque só é vantajosa enquanto atrai novos investidores. Assim que os aplicadores param de entrar, o esquema não tem como cobrir os retornos prometidos e entra em colapso. Nesse tipo de golpe, são comuns as promessas de retorno expressivo em pouco tempo.

De acordo com a Telexfree, o recurso ainda não foi analisado pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), pois os juízes que poderiam julgar o caso encontram-se de férias "e a magistrada substituta vive na cidade de Manoel Urbano, comarca 226 Km distante de Rio Branco".

O UOL tentou entrar em contato com o TJ-AC, mas no final de semana não foi possível localizar nenhum funcionário responsável para confirmar as informações passadas pela empresa.

Ator de Tropa de Elite abandona empresa

O ator Sandro Rocha, que interpretou o personagem "Rocha" no filme "Tropa de Elite", publicou nesta semana um vídeo afirmando que vai deixar a empresa.

Ele foi um dos maiores divulgadores do negócio, por meio de vídeos na internet. Em uma dessas publicações, o ator afirma ter ajudado parentes e amigos a entrarem no negócio.

O anúncio da saída de Sandro Rocha do negócio ocorreu após o bloqueio do acesso dos associados da Telexfree ao escritório virtual da empresa, no qual era possível verificar as informações sobre ganhos. A empresa afirma que a medida foi tomada após a tentativa de invasão dos terminais por hackers.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 106 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal