Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/11/2007 - Geek Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Malware em anúncios já atingiu milhares


Um malware hospedado em banners de conhecidos websites já infectou milhares de usuários de PC e continua fazendo vítimas.

Códigos maliciosos inseridos nos anúncios abrem um popup que gera um falso alarme informando que existe uma falha de segurança na máquina do usuário, informou o site Channel Register.

O malware então se oferece para resolver o problema em troca de uma pequena taxa e das informações do cartão de crédito da vítima, enquanto tenta se instalar na máquina.

Don Jackson, pesquisador da firma de segurança SecureWorks explicou que as ameaças ainda estão sendo distribuídas por sites de certa fama na internet. É estimado que os anúncios tenham sido cadastrados em diversas centenas ou até mesmo mil sites, principalmente relacionados a televisão e entretenimento.

Jackson conseguiu que dois servidores que hospedavam os anúncios fossem desativados, porém alertou que ao menos outros dois ainda estão operacionais. O especialista, entretanto, se recusou a informar quais sites ou servidores apresentam a ameaça.

Para enganar os sites, os espaços são contratados por supostas pequenas agências de publicidade e os banners são programados para enviar os códigos maliciosos apenas ocasionalmente, o que dificulta sua identificação.

Embora os criminosos ganhem dinheiro com as pequenas taxas cobradas, a maior renda é obtida com a venda de informações da vítima e dos dados de acesso ao computador infectado.

A extensão NoScript, para Firefox, que pode ser baixada em noscript.net protege parcialmente os usuários. O complemento é um filtro que impede que comandos javascript sejam executados pelo navegador. Porém, se o usuários aceitou reproduzir conteúdos JS do site, a proteção será ineficiente, já que o código malicioso é rodado a partir do endereço do servidor confiável.

Uma forma de identificar o malware que os criminosos tentam instalar no computador é pelo nome dos falsos programas anunciados e vendidos como verdadeiros pelos hackers, usualmente nomeados Spy-shredder, AntiVirGear e MalwareAlarm.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 226 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal