Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/07/2013 - Dinheiro Vivo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude na Pescanova: empresa tem uma dívida de 3 mil milhões

Auditoria da KPMG revela que buraco nas contas é quatro vezes maior do que se anunciava.

A empresa de auditoria KPMG revelou que a Pescanova está tecnicamente falida, com um buraco de 927 milhões de euros e uma dívida de 3.281 milhões, publica hoje o diário espanhol El País.

A dívida é quatro vezes maior do que a Pescanova anunciava e, onde a empresa dizia ter ativos milionários, tem na realidade um enorme buraco. São estas as duas conclusões principais do relatório de pesquisa da KPMG, a quem se havia confiado a auditoria da contabilidade do grupo pesqueiro.

Segundo o El País, o relatório da KPMG, enviado ontem à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV), é contundente: as contas foram alteradas ao longo dos anos e foi a direção da empresa que “planeou conscientemente” o sistema através do qual se escondiam as fraudes em grande escala.

A Pescanova não apresentou as contas de 2012 e, a 28 de fevereiro, causou surpresa ao anunciar problemas financeiros, que acabaram por resultar no pedido de insolvência e na acusação, pelo Tribunal espanhol, da maioria dos membros do seu conselho. Após a eclosão da crise, o presidente da empresa, Manuel Fernández de Sousa, reconheceu discrepâncias nas contas. Finalmente, a KPMG ficou encarregue da missão de esclarecer números cada vez mais irreais, contratada pelo próprio Fernández de Sousa, que pretendia demonstrar um ato de boa fé.

“Nos últimos anos, foram concebidas e implementadas contas com o objetivo de apresentar uma dívida do grupo inferior à real, o que originou resultados superiores aos gerados na realidade”, afirmam os auditores.

Como conseguiu a empresa ocultar a sua situação financeira? Aproveitando a vasta rede de empresas que importam e exportam mercadorias no grupo. “Para obter o financiamento, a empresa implementou certas operações – como a formalização de créditos documentários sem que existissem transações reais de mercadorias, [por exemplo] – que podem ser consideradas irregulares do ponto de vista contabilístico e financeiro”, conclui a KPMG.

A empresa reuniu nesta quinta-feira o conselho de administração. O El País considera provável que os diretores que representam a Damm e a Luxempart – segundo e terceiro acionistas da Pescanova, respetivamente – voltem a pedir a demissão de Fernández de Sousa, que, até agora, conseguiu sempre manter o apoio do conselho administrativo.

Polémica em Praia de Mira

Em 2009, a Pescanova já se tinha visto envolvida em polémica, quando foi acusada de encobrir um prejuízo de 70 milhões de euros causado pela morte de parte dos peixes na unidade de aquacultura em Praia de Mira, distrito de Coimbra. Na altura, o grupo pesqueiro rejeitou as acusações, garantindo que as ocorrências referidas em relação ao viveiro de pregados em Praia de Mira nunca tinham sido ocultadas, sendo explicadas nos relatórios e contas de 2011 e 2012 da Acuinova.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 334 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal