Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/07/2013 - Mídia News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MPE denuncia policiais e motorista por corrupção passiva

Piloto é acusado de subornar agentes; ocorrência só foi registrada 2 dias depois

O Ministério Público Estadual denunciou dois policiais civis e um motorista pelos crimes de corrupção passiva e falsidade ideológica.

Os dois agentes são acusados de recebimento de vantagem indevida, em virtude da não realização do boletim de ocorrência de um acidente de trânsito ocorrido em outubro de 2011, na Ponte Nova, em Cuiabá.

O motorista, que denunciou o caso também, foi acusado formalmente pelo MPE por corrupção ativa, pois estava com sintomas de embriaguez.

Foram denunciados os policiais Alenty Botelho e Sebastião Figueiredo, além de Jaime Nystron, identificado com piloto de avião.

Ele estava num automóvel C4 Pallas e, ao tentar ultrapassar um caminhão, bateu em duas motocicletas que vinham em sentido contrário, ferindo gravemente os ocupantes.

Na denúncia, o MPE assinalou que nem mesmo a perícia de local foi realizada.

Conforme a denúncia, o motorista, após provocar o acidente foi colocado dentro da viatura, quando deveria ter sido ser levado para a Delegacia do Planalto, que atendia ocorrências de trânsito com vítimas.

“Violando os deveres funcionais, ao invés de conduzirem o motorista ao Cisc Planalto, os investigadores o levaram para o Cisc Verdão, local onde sacramentaram espúrio ajuste, pelo qual Jaime Nystron procedeu ao pagamento da vantagem indevida para que a ocorrência não fosse registrada”, diz um trecho da denúncia.

Pela Imprensa

Segundo o MPE, a irregularidade veio à tona no dia seguinte, quando familiares dos proprietários das motocicletas foram ao Cisc Planalto para verificar as providências adotadas pela autoridade policial.

Na oportunidade, foram surpreendidos com a notícia de que não havia nenhum registro da ocorrência do acidente.

“Indignados com a situação, os familiares das vítimas procuraram a imprensa, relatando a grave omissão, já que o acidente havia sido noticiado. Após reportagem ter sido veiculada, uma testemunha, que encontrava-se no Cisc Verdão, no dia dos fatos, reconheceu os envolvidos no acerto criminoso presenciado, qual seja: Jaime (o condutor) e os investigadores Alteny e Sebastião”,diz a denúncia.

Segundo o MPE, os fatos só chegaram ao conhecimento da autoridade policial depois da divulgação pela imprensa.

Na tentativa de ocultar o crime de corrupção, os investigadores teriam providenciado a lavratura do boletim de ocorrência dois dias e meio após o acidente.

No documento, foram omitidas informações relevantes e obrigatórias que eram de conhecimento dos policiais.

“As inverdades e a total falta de técnica na elaboração do referido B.O são patentes, ao confrontá-lo com o Relatório de Operação de Trânsito firmado pelos agentes de regulação e fiscalização da SMTU que estavam no local do acidente”, completa o MPE, na denúncia.

Direção perigosa

Além de corrupção ativa, o motorista do automóvel também irá responder pelas sanções previstas nos artigo 303 (lesão corporal culposa na direção de veículo), embriaguez ao volante e direção perigosa.

A denúncia foi oferecida pelo MPE por meio da Central de Acompanhamento de Inquéritos e Controle Externo da Atividade Policial, no último dia 5.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 92 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal