Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

12/07/2013 - Correio Popular RO Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM, EX-PM e falso Oficial de Justiça são presos por Estelionato, em SFG


Na tarde da última terça feira (09), três indivíduos, sendo um PM, um Ex-PM e um suposto advogado que se identificou como sendo Oficial de Justiça, foram presos pela Polícia Militar e Policia Civil, em São Francisco do Guaporé.
O fato iniciou-se na cidade de São Francisco do Guaporé, onde segundo informações, estas pessoas estavam rondando às madeireiras locais. Depois de algum tempo, eles abordaram o funcionário da madeireira J. J. Santos, e se identificou como sendo um Oficial de Justiça, e que se chamava C. L.R.. Ele indagou o funcionário sobre o paradeiro de um caminhão Mercedes Bens, de placas AGF 3301, registrado no município de Campo Mourão/PR, e também disse que estava acompanhado de dois Policiais Militares, e que iriam apreender o caminhão por força de um mandado de Busca e Apreensão.
O funcionário ficou desconfiado da ação e solicitou as respectivas funcionais. Neste momento, os dois supostos policiais se alteraram e o forçaram a entregar o caminhão. Ao ver que o veículo não estava no pátio do Quartel da PM, o funcionário comunicou o acontecido aos PM’s locais, que acionaram a PM de São Francisco e São Miguel.
Imediatamente, os policiais montaram um barreira na BR 429 e conseguiram abordar os suspeitos com o caminhão, próximo a um posto de combustível, na entrada de Seringueiras. Os supostos policiais foram identificados como sendo, G. L. S. Policial Militar lotado na Companhia de Guarda de Porto Velho, e como ele foi encontrado uma pistola Taurus 24/7, registrada em nome de S. R. L. O outro elemento J. R. C. ex-policial militar excluído da corporação há pouco tempo e ainda J. R. C. que apresentou uma carteira da OAB em seu nome.
O tal documento de Mandado de Busca e Apreensão não foi apresentado e, diante da situação, todos foram flagranteados pelo crime de “Estelionato”. Com informações do site Comando190.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 113 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal