Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

06/07/2013 - Gazeta de São João del Rei Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM detém grupo de SP com notas falsas


Três homens e duas mulheres com idade entre 15 e 33 anos, uma viagem de quase 500km, R$13,9 mil em dinheiro e um destino: a Delegacia de Polícia Civil. A viagem iniciada em São Paulo (SP) terminou para as cinco pessoas na tarde do último sábado, 29 de junho, em Dores de Campos (MG). O motivo: o montante que o grupo carregava nas malas era de notas falsas. A polícia chegou aos suspeitos depois que um comerciante desconfiou de um suposto cliente que teria pago um produto de valor irrisório com R$100.

A tática é comumente usada nesse tipo de crime: é ao pagar contas mínimas com notas altas que o estelionatário realmente lucra, recebendo como troco notas verdadeiras. No caso dos cinco presos, além do dinheiro falso, ainda havia um montante de R$3,5 mil legítimo obtido em golpes aplicados nas cidades de São Tiago, Ritápolis, Barroso, Dores de Campos e São João del-Rei.

Nesta última, aliás, as estatísticas desse tipo de crime preocupam. Em levantamento realizado pela Delegacia de Falsificação e Defraudação Local até o final de abril, seis casos de falsificação monetária haviam sido registrados a partir de janeiro. Com isso, em apenas um semestre a cidade já se aproxima das estatísticas de 2012, quando nove ocorrências envolvendo notas falsas foram registradas.

O crime de falsificação de moeda é descrito no Artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão, além de multa, inclusive para quem recebe a nota, percebe a falsificação e a passa adiante.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 113 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal