Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/11/2007 - Brazilian Voice Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítima de golpe oferece recompensa por brasileiro foragido


Após ser lesado em cerca de US$ 8 mil por um ex-funcionário, o construtor luso-americano Bruno Teixeira, residente em Elizabeth (NJ), está oferecendo uma recompensa, sem valor determinado, por uma informação que leve ao paradeiro do provável golpista. Segundo ele, o encanador Willian da Silva Rodrigues Soares, de 26 anos, natural de Governador Valadares – MG, trabalhou como supervisor para sua empresa durante 1 ano e meio, período no qual descontou, sem a permissão do patrão, cheques de vários clientes e, inclusive, deixou de pagar algumas vezes quatro de seus colegas de trabalho.
Bruno explicou que, a princípio, confiava em Willian e, por isso, permitia que o supervisor recebesse o cheque de clientes e efetuasse a entrega dos salários, sempre que estivesse de viagem. Segundo Teixeira, a desconfiança surgiu quando um cliente insistiu que já havia pago pelo serviço e entregou-lhe uma cópia de um cheque descontado. Para sua surpresa, Bruno constatou que a caligrafia no verso do cheque era idêntica a do encanador.
Estima-se que Soares tenha descontado cerca de 4 a 7 cheques de clientes, totalizando US$ 8 mil. “Senti falta de alguns pagamentos, entretanto, ele me dizia que os clientes não pagavam. Até que um dia um cliente me entregou uma cópia do cheque que ele havia pago”, explicou Bruno.
O construtor relatou que foi à residência de Willian, em Newark – NJ, e tentou falar com ele, mas foi informado pela, então, namorada do brasileiro que ele havia arrumado as malas e tomado rumo ignorado.

Indignado, no dia 25 de Outubro, Teixeira dirigiu-se à Delegacia do East Ward (Ironbound), em Newark – NJ, e preencheu um Boletin de Ocorrência (Incident Report) contra o brasileiro. Bruno alega que, além do dinheiro, seu ex-funcionário levou várias ferramentas e os documentos de uma vân que era utilizada nos serviços de construção. Além disso, o construtor deu falta de uma pistola calibre 38 e uma caixa munições que se encontravam no interior do veículo.
Entretanto, o construtor não é a única vítima, no último 10 de Outubro, a construtora Marleci “Leslie” D. Ronquini, 40 anos, natural de Goiânia – GO, alega ter tido a casa arrombada pelo brasileiro. Na ocasião, alguém forçou a porta dos fundos de sua residência, na Walnut Street, em Newark – NJ, arrombado o cofre da família e roubado um cordão de ouro e cerca de US$ 8 mil em dinheiro.
Ela disse que a princípio, ela não desconfiava de ninguém, entretanto, o arrombador deixou para trás uma mochila e no seu interior um pedaço de papel com um número telefônico. Ao ligar para esse número Leslie descobriu que tratava-se de uma firma especializada em encanamentos e que o ex-funcionário dela, Willian da Silva Rodrigues Soares, trabalhava nessa empresa.
Leslie também preencheu um Boletin de Ocorrência na mesma delegacia e disse que, após o incidente ter sido divulgado no jornal BV, ela recebeu várias denúncias indicando que Willian possa estar foragido em Framingham e Somerville - MA. Outra hipótese é que ele esteja em Pompano Beach – FL, pois a conta telefônica do aparelho que Willian utilizava da empresa apresenta várias ligações para a região, dias antes do seu despararecimento.
Segundo um passaporte e um cartão do Seguro Social em posse de Leslie, o brasileiro utiliza dois nomes diferentes: Willian da Silva Rodrigues Soares e William Barreto Oliveira. Leslie e Bruno querem que o suspeito se apresente às autoridades e prove sua inocência, caso contrário, que pague por seus crimes e não faça novas vítimas. Info.: (732) 496-0870, falar com Leslie, ou (908) 720-0100, Bruno.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 449 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal