Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

02/07/2013 - TopNews Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mesa da ALE pode ter fraudado Imposto de Renda

A representação feita pelo deputado é genérica, onde o parlamentar não faz nenhuma acusação.

O chefe do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), procurador Sérgio Jucá, informou que não tem prazo para tomar uma medida quanto representação feita pelo deputado estadual João Henrique Caldas (PTN), de transação financeira supostamente ilegal da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado.

Segundo Jucá, a representação feita pelo deputado é genérica, onde o parlamentar não faz nenhuma acusação e pede a investigação em documentos contidos num CD.

“Ele não me fez nenhuma acusação na representação, apenas disse que poderia haver indícios de fraudes. Segundo ele, no CD tem cerca de 3 mil páginas que eu vou pedir para que minha assessoria reduza a termo, ou seja, que seja impresso, para que possamos tomar conhecimento da documentação”, explicou.

Entre as supostas constatações apresentadas por JHC, Sérgio Jucá ressaltou a hipótese de fraude ao Imposto de Renda (IR).

“O deputado me chamou a atenção parauma possível fraude ao IR. Mas caso isso seja confirmado, o MP/AL fica impossibilitado de atuar, por ser um crime federal. A competência então passa para o Ministério Público Federal”, esclareceu.

Sobre a possibilidade do pedido de afastamento da Mesa Diretora, o procurador foi enfático. “Vamos investigar e ainda não sabemos quanto tempo vai durar essa investigação, mas caso alguma irregularidade seja encontrada, o MP/AL vai investigar de forma rígida”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 127 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal