Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/07/2013 - AngoNotícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Já há notas falsas em circulação


O Comando de Luanda da Polícia Nacional apresentou, quarta-feira, 19, três cidadãos acusados de estarem implicados na falsificação da moeda nacional (Kwanzas) e assaltos à mão armada nas proximidades das agências bancárias aos clientes depois de levantarem valores monetários.

Em declarações à Angop, a director de operações do comando provincial da corporação, superintendente Gabriel Tito, disse que um cidadão foi detido em flagrante delito na sua residência, no município de Cacuaco, com quantidades não reveladas de notas falsas de 50, 100 e 500 Kwanzas, idênticas às colocadas recentemente em circulação pelo Banco Nacional de Angola.

De acordo com o oficial, foram igualmente apreendidas uma máquina fotocopiadora e produtos químicos. Na mesma operação, as forças da ordem detiveram outros dois jovens, de 28 e 29 anos de idade, acusados de roubo qualificado a mão armada à saída de bancos a cidadãos que levantavam avultadas quantias monetárias. Os mesmos foram detidos em flagrante delito, no distrito urbano da Ingombota após um trabalho de investigação, quando tentavam roubar dois milhões e 65 mil Kwanzas a um cidadão que saia de uma agência bancária, depois de o terem agredido gravemente com disparos de arma de fogo.

Os mesmos autores, prosseguiu o director, são acusados de 15 roubos, onde obtiveram um somatório de 13 milhões e 838 mil Kwanzas e 305 mil dólares americanos em assaltos ocorridos nos distritos urbanos da Samba, Ingombota, Maianga e Rangel.

“Este grupo após a realização dos assaltos refugiava-se na República da Namíbia, onde investia o dinheiro em vários negócios”, sublinhou.

Na ocasião, o comando provincial apresentou, igualmente, outros 62 elementos acusados do envolvimento em diversos crimes, 35 dos quais apanhados em flagrante, o que permitiu o esclarecimento de 30 crimes sob investigação.

Constam dos crimes homicídios voluntários, falsificação de documentos e de motorizadas, violações sexuais, ofensas corporais, roubos de viaturas, electrodomésticos, botijas de gás e telemóveis, cabeças de gado bovino, valores monetários, artigos diversos, posse ilegal de arma de fogo e estupefacientes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 130 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal