Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


AFD SUMMIT

A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

03/07/2013 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista malandro leva todo o dinheiro de aposentada

Por: Magaléa Mazziotti


Faltam peças para completar o quebra-cabeça do golpe do qual a aposentada Adilse Santos Bruno, de 65 anos, foi uma das vítimas. O dinheiro que deveria receber pela revisão do cálculo da aposentadoria foi sacado antes mesmo de a beneficiária abrir a correspondência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informando o valor e a data em que a quantia de R$ 45.713,62 seria disponibilizada na agência do Banco do Brasil do Alto Maracanã, em Colombo. Quem sacou teve acesso a informações sigilosas e nem o banco que efetua o pagamento sabe previamente.

A aposentada lembra que ela e o marido Osnei Carlos Bruno estavam em Cerro Azul quando tentaram usar o cartão da Previdência Social e descobriram que estava bloqueado. Como periodicamente o documento precisa ser revalidado com nova senha, ninguém estranhou. Quando retornou para Curitiba, o filho entregou a carta do INSS informando o pagamento. “Temos como provar que a carta chegou em 17 de maio e a golpista fez o saque dois dias antes, data em que o INSS repassou o valor para o banco”, afirma o marido. Isso porque se trata de correspondência AR (Aviso de Recebimento), e só é entregue mediante assinatura de quem recebeu, no caso, um dos filhos do casal.

Identidade falsa

Quando Adilse foi ao banco, no dia 20 de maio, descobriu que o valor retroativo da aposentadoria havia sido levado por outra pessoa que se passou por ela. Pelo que o casal descreveu sobre as imagens das câmeras de segurança que o banco mostrou, a golpista aparentava ter a mesma idade de Adilse, cabelos brancos e curtos e usou identidade falsa para retirar R$ 5 mil direto do caixa e transferir R$ 40 mil restantes para conta de um correntista da Caixa.

Senha nova tirada no caixa

A validação da senha do cartão magnético da Previdência Social dispensa o uso da senha anterior para cadastrar a nova. Foi usando esse artifício que a golpista, que não tinha o cartão da verdadeira Adilse dos Santos Bruno, conseguiu a senha no caixa do banco e se apropriou do benefício. “Fiquei frustrada e impressionada com a facilidade que alguém que se passou por mim teve de levar o dinheiro que eu precisei de cinco anos para encaminhar a documentação de um dos meus empregadores até comprovar que eu tinha direito”, desabafa.

Em nota, as assessorias do Banco do Brasil e do INSS informaram que já tomaram conhecimento da denúncia da segurada e que, desde então, adotaram “todas as providências necessárias para averiguação do caso” e da responsabilidade sobre quem deverá ressarcir a beneficiária. Por causa do sigilo, o INSS não pode detalhar os procedimentos que estão sendo adotados. A assessoria da Polícia Federal informou que casos semelhantes ao de Adilse também estão sendo investigados, mas os detalhes ainda não podem ser revelados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 305 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal