Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/11/2007 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Conselho denuncia escolas à Polícia Federal por fraudar diplomas de contabilistas

Por: Conceição Santos


O presidente do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Josimar Alcântara, está nesse momento na sede da Policia Federal denunciando que escolas públicas estaduais estariam vendendo diplomas falsos.
Os prováveis alunos não estavam cursando e sim comprando os diplomas que eram expedidos pela rede estadual de ensino. Segundo Josimar, o conselho não pode afirmar que tem funcionários da secretaria de educação envolvidos na fraude, justamente por haver muitas assinaturas divergentes nos diplomas.

“A partir de agora com a abertura de inquérito pela Polícia Federal poderemos saber os nomes dos verdadeiros envolvidos”, explicou Josimar. Até o momento foram identificados quatro diplomas falsos e três colégios que estariam expedindo estes diplomas.

Os prováveis alunos não estavam cursando e sim comprando os diplomas que eram expedidos pela rede estadual de ensino. Segundo Josimar, o conselho não pode afirmar que tem funcionários da secretaria de educação envolvidos na fraude, justamente por haver muitas assinaturas divergentes nos diplomas. “A partir de agora com a abertura de inquérito pela Polícia Federal poderemos saber os nomes dos verdadeiros envolvidos”, explicou Josimar.

Até o momento foram identificados quatro diplomas falsos e três colégios que estariam expedindo os diplomas que eram entregues na casa dos supostos alunos. Quanto ao valor que era cobrado pelos diplomas, Josimar não sabe informar.

“Até o momento não sabemos o valor que era pago por esses diplomas, mas agora com a investigação da Policia Federal, o Conselho Regional e a secretaria de Educação vão pedir uma revisão de todos os registros de técnicos em contabilidade como também de todos os cursos técnicos existentes no Piauí”, explicou o presidente do CRC.

Ele disse também que amanhã vai tentar marcar audiência com o secretário estadual de Educação para propor a criação de uma comissão com membros do conselho e da secretaria para fazer a revisão desses registros profissionais.

Alguns cursos detectados irregulares já foram extintos e as escolas não existem mais e existem diplomas datados de 1998. Depois de identificadas, as pessoas vão responder por falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão.

Questionado sobre o objetivo dessa investigação, Josimar Alcântara esclarece que é coibir praticas futuras e mostrar que o conselho está sempre vigilante quanto à fiscalização da profissão contábil. “Atualmente existem 8.700 contabilistas no Piauí, sendo 50% de técnicos, o que não significa que sejam todos irregulares”, destaca.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 226 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal