Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

03/07/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítima de estelionatário, morador de Taubaté acumula dívidas e multas

Açougueiro teve empresa e motocicleta comprados em seu nome. Pela moto, vítima teve 37 multas e 127 pontos na carteira de motorista.

Um morador de Taubaté foi vítima de estelionatário e já perdeu as contas de seus prejuízos, que não param de crescer. Ele já acumula uma empresa aberta em seu nome com débito de R$ 4 mil na Receita Federal, além do financiamento de uma motocicleta no valor de R$ 11 mil que nunca foi paga e lhe rendeu ainda 127 pontos na carteira de habilitação por multas de trânsito por 27 infrações cometidas na capital paulista, sendo que ele disse que nunca dirigiu no local.

Como muitos trabalhadores de classe média, o açougueiro Adauto de Faria ganha pouco mais de um salário mínimo e parcela suas compras com frequência. Foi justamente, numa dessas ocosiões que ele descobriu que estava com o nome 'sujo'. “Não sei em que momento a pessoa pegou (os dados). Fui fazer uma pesquisa para saber como funcionava para financiar uma casa e chegando lá, deparei que meu nome estava em débito. A gente faz uma entrevista ou uma compra e passa os dados, mas meus documentos originais eu nunca passei para ninguém", afirmou.

A equipe da TV Vanguarda foi até São Paulo, no bairro Vila Andrade, onde estaria localizada a sede da empresa. No endereço está um prédio residencial e a moradora, que não quis gravar entrevista, disse que mora no local há 10 anos e não é empresária. Ela também afirmou que todos os dias chegam correspondências, multas de trânsito e cobranças no nome do morador de Taubaté. O próprio porteiro do edifício também confirmou o recebimento das correspondências e informou que todas são devolvidas.

"Tenho medo de que essa pessoa atropele alguém e até mesmo mate alguém em São Paulo e a polícia venha atrás de mim, ao invés de ir atrás deste estelionatário. Devido a todos esses problemas e delitos que a pessoa está cometendo, dificulta mais de ocorrência, mas como o golpista está agindo em São Paulo, o trabalho fica mais difícil, seguminha vida", disse a vítima.

Com medo das consequências, Adauto já registrou quatro boletins de ocorrência, mas como o golpista está agindo em São Paulo, o trabalho fica mais difícil, segundo a Polícia Cívil. "Nós procuramos averiguar onde foi efetuado o uso do documento, para identificar qual pessoa fez uso, pra gente poder chegar ao autor do delito", informou o delegado Juarez Totti.

O delegado ainda informou que todos os documentos novos que a vítima receber devem ser apresentados na delegacia, para auxiliar nas investigações. Procurada, a Polícia Militar informou que em casos de crimes financeiros, as vítimas também devem informar bancos, associações comerciais e até o Serasa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal