Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

01/07/2013 - Rondonoticias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investigações da polícia apontam PM envolvido em fraudes no Detran de RO


As investigações da Polícia Civil de Rondônia, que levaram à deflagração da Operação Hidra de Lerna em três estados da região Norte, apontam o envolvimento de um policial militar, preso por suspeita de participação em fraudes na emissão de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) no Departamento de Trânsito (Detran) de Rondônia. Mais de 50 pessoas foram presas no estado, no Acre e no Amazonas.

As investigações foram comandadas pelo corregedor geral do Detran, o delegado Cristiano Lopes Ferreira, e o titular do Primeiro Departamento de Polícia, Paulo Kakionis. De acordo com Cristiano, duas quadrilhas atuavam diretamente dentro do Detran, onde funcionários vendiam ‘espelhos’ de CNHs antigas para a confecção do documento falso, por até R$ 4 mil. O segundo grupo criminoso era responsável por dar baixa em multas e taxas de veículos no sistema do Detran.

Segundo o secretário de Segurança Pública do Estado, Marcelo Bessa, o policial preso intermediou a baixa de uma multa aplicada a um dos envolvidos no esquema fraudulento e, por isso, também foi expedido mandado de prisão.

O comandante da Polícia Militar de Rondônia, Paulo César de Figueiredo, informou que o comando não recebeu a informação oficial sobre a participação do militar no esquema.

A estimativa da polícia é de que, em mais de um ano, período em que as atividades da quadrilha passaram a ser monitoradas, mais de R$ 1 milhão em multas foram fraudados. Cerca de 300 policiais participaram da operação cumprindo os mandados de busca e apreensão e de prisão temporária. Entre os presos está o secretário adjunto da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 135 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal