Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

01/07/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investigação sobre fraudes no Detran de RO deve ser concluída em 3 meses

Por: Vanessa Vasconcelos

Hidra de Lerna investiga esquema de fraudes na emissão de CNH's. Pelo menos 80% dos suspeitos presos durante a operação estão soltos.

Pelo menos 80% dos suspeitos presos durante a Operação Hidra de Lerna - que investiga um esquema de fraudes na emissão de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) em Rondônia, Acre e Amazonas – foram soltos pela Justiça. De acordo com um dos delegados responsáveis pelas investigações, Paulo Kakionis, todas as prisões foram temporárias – cinco dias prorrogáveis por mais cinco - os que permanecem presos, um deles considerado o chefe do esquema, estão sendo investigados por outros crimes detectados durante as buscas, como porte ilegal de armas e tráfico de drogas. O inquérito deve ser concluído no prazo de três meses.

Além dos cerca de 50 presos durante a deflagração da operação, a polícia prendeu, no dia 27, mais duas pessoas em Manaus, que eram responsáveis por aliciar interessados em adquirir as habilitações falsas, vendidas por até R$ 4 mil cada. Outros três suspeitos são investigados naquele estado.

No Acre, pelo menos 10 pessoas foram presas e um laboratório onde as falsificações eram feitas foi fechado. Durante as buscas, além de CNHs, a polícia encontrou outros documentos falsos, como procurações e cédulas de identidade. “A gente percebe que a atuação do grupo era bem ampla”, avalia o delegado.

Com as prisões e apreensões de dinheiro, droga e documentos, a polícia acredita que a quadrilha tenha sido totalmente desarticulada e as atividades ilícitas praticadas pelo grupo encerradas. “Os envolvidos, mesmo que soltos, estão impedidos de se aproximarem dos órgãos públicos, de sair do estado de origem e tiveram os bens bloqueados”, explica Kakionis.

No caso do grupo que atuava na retirada de multas do sistema do Departamento de Trânsito (Detran) de Rondônia, os despachantes tiveram seus registros suspensos e as multas baixadas do sistema estão sendo reinseridas. “Foram mais de R$ 1 milhão em multas baixadas ilegalmente, que voltarão ao sistema e deverão ser pagas”, afirma o delegado.

Até o momento, Kakionis avalia a operação de forma positiva e acredita que as ações, até o momento, além de reaver os prejuízos financeiros aos cofres públicos, diminuirão a violência no trânsito, tirando de circulação motoristas não habilitados que utilizavam documentos falsos. O delegado salienta que todos os órgãos que atuam na fiscalização do trânsito foram orientados a consultar a validade das CNHs junto ao sistema do órgão. “O documento, em si, é verdadeiro, e por isso é necessário verificar se o registro, junto ao sistema, é válido”, finaliza Kakionis.

A operação

As investigações foram comandadas pelo corregedor geral do Detran, o delegado Cristiano Lopes Ferreira, e o titular do Primeiro Departamento de Polícia, Paulo Kakionis e apontaram que as duas quadrilhas atuavam diretamente dentro do Detran, onde funcionários vendiam ‘espelhos’ de CNHs antigas para a confecção do documento falsos, que eram enviadas para todo o estado de Rondônia e ainda para Acre e Amazonas.

A segunda quadrilha era responsável por dar baixa em multas e taxas de veículos no sistema do Detran. Despachantes da capital são suspeitos de intermediar a ação, fazendo o contato com os servidores do órgão para solicitar realização do serviço.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 127 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal