Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/06/2013 - Público.pt - Última Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais de 40 detidos em operação europeia contra fraude com cartões bancários

Por: Tânia Azevedo

Ao fim de meses de preparação, Europol deteve suspeitos na quinta-feira em 38 aeroportos de 16 países.

Quarenta e três pessoas foram detidas em 38 aeroportos, em 16 países europeus, no âmbito de uma investigação a uma rede suspeita de utilização fraudulenta de dados de cartões bancários para a compra de bilhetes de avião, anunciou nesta sexta-feira a Europol.

As detenções decorreram na quinta-feira quando os suspeitos se preparavam para embarcar, indica a polícia europeia em comunicado. “Aqueles que foram interceptados na posse de bilhetes de avião adquiridos com dados de cartões de crédito roubados foram impedidos de entrar a bordo e acabaram questionados pela polícia”.

Durante a operação, que a Europol sublinha ter sido preparada ao longo de “vários meses”, foram detidas 43 pessoas. Sete foram interpeladas e interrogadas no Reino Unido, sete na Grécia, cinco na Holanda, quatro na Alemanha, o mesmo número na Irlanda e em Espanha, três na Áustria, tal como na Lituânia e Polónia, duas na Finlândia e uma na Roménia.

Segundo a Europol, os indivíduos detidos estavam envolvidos em outras actividades criminosas e alguns deles eram alvo de mandados de captura europeus. Os suspeitos serão agora interrogados sobre o seu envolvimento na partilha de dados de cartões bancários através da Internet, acesso ilegal às bases de dados de instituições bancárias, bem como tráfico de droga, ajuda à imigração ilegal e falsificação de documentos.

A polícia europeia não revelou, porém, o valor que terá sido desviado através do esquema com recurso a dados bancários roubados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal