Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/06/2013 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal prende espanhol acusado de lavar dinheiro do tráfico internacional no Rio


A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje (27) o espanhol Oliver Ortiz de Zarate Martin. Ele é acusado de lavagem de dinheiro proveniente do tráfico internacional de drogas e foi encontrado na sua cobertura em um prédio de luxo na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. A polícia informou que apreendeu cerca de R$ 20 milhões em bens móveis e imóveis sob propriedade do acusado, que pode pegar de três a dez anos de prisão.

De acordo com o delegado da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Federal, Paulo Telles, responsável pelas investigações, Oliver Martin seria o chefe de uma quadrilha espanhola que tem ligações com cartéis colombianos especializados no tráfico marítimo de drogas, feito por meio de veleiros. 'Não tem como dizer que ele é o maior traficante do mundo, mas alguém que tem mais de R$ 20 milhões em bens pode ser considerado um traficante com grande potencial', disse o delegado.

O delegado Paulo Telles explicou que as investigações começaram após a polícia australiana passar informações ao Brasil sobre as ações do grupo no tráfico de drogas por águas internacionais. 'No Brasil, ele fazia apenas a lavagem de dinheiro. Nunca 1 quilo de cocaína da quadrilha espanhola passou pelo Rio de Janeiro'.

A operação contou com 20 agentes da Polícia Federal. Além da prisão do traficante, os agentes apreenderam no apartamento dele valores em três moedas: R$ 175 mil, US$ 150 mil e 110 mil euros. Sete imóveis, três carros e uma moto do traficante foram apreendidos. As investigações contaram com a colaboração da Receita Federal e de policiais portugueses e australianos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 115 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal