Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/06/2013 - Gazeta de Alagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeita de estelionato é presa

Por: Patrícia Bastos

GOLPE. Mulher prometia empregos em prefeitura e cobrava por cursos.

Arapiraca – Pelo menos 40 moradores de Arapiraca e de municípios como Limoeiro de Anadia e Igaci foram enganados pela suspeita de estelionato Shayolene Tavares Farias, 22, que está presa desde a última quarta-feira. A acusada, que se apresentava para as vítimas com vários nomes falsos, usava uma falsa lista de vagas na Prefeitura de Arapiraca para extorquir as vítimas.

“Eu estava pegando o ônibus para o Sítio Lagoa Seca, onde eu moro e ela puxou conversa, dizendo que se chamava Bruna e que estava procurando por Fernanda, que morava lá. Depois que eu disse que não conhecia ninguém com esse nome, ela falou que estava procurando essa pessoa para trabalhar na prefeitura e que tinha três vagas para trabalhar na recepção. Ela perguntou se eu conhecia alguém que poderia estar interessado e eu falei na noiva do meu filho e na irmã dela”, declarou a dona de casa Geilsa Maria Ferreira.

A vítima conta que “Bruna” disse que, para trabalhar na prefeitura, era necessário passar por uma capacitação, que custaria R$ 800, e então dava o golpe. “Ela disse que, por R$ 200, conseguia o certificado desse curso em Maceió e que dentro de poucos dias as duas estariam trabalhando”, contou.

A acusada, segundo ela, tinha pressa em receber o dinheiro e, para garantir a vaga da nora e da irmã dela, a dona de casa entregou R$ 100, que estava carregando na bolsa naquela hora, e se comprometeu em dar mais dinheiro. Só depois de contar para os parentes o que havia feito é que passou a suspeitar do golpe. “Depois, eu ligava para ela e dizia que queria entregar o resto do dinheiro, mas ela começou a ficar desconfiada. Combinei ainda de ir até o ponto das vans para Maceió, mas ela não esperou”, conta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 179 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal