Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/06/2013 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude contra o INSS rende 66 anos de cadeia a ex-servidor

Por: Cristiano Pavini

Criminosos foram descobertos em fevereiro 2008, após operação da Polícia Federal.

O ex-servidor do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Ribeirão Preto, Reginaldo Batista Ribeiro Junior, terá sua estadia na prisão prorrogada.

Neste mês, a Justiça Federal o condenou pela terceira vez por corrupção passiva e estelionato, devido a fraudes praticadas contra o INSS (ler abaixo).

Com isso, seu tempo de detenção passou a ser de 66 anos e quatro meses. Ele está preso desde 2008.
Seus comparsas também terão longa estadia atrás das grades: Donizete e Fernando Costa, pai e filho, ficarão cada um 40 anos na prisão.

E a quadrilha gostava de atuar em família: os irmãos Ademir e Wanderley Vicente estão com pena de 23 e 13 anos cada.

Idosas

A quadrilha foi desmantelada em 2008, após operação da Polícia Federal (PF) denominada “24 de janeiro”, em referência ao dia do aposentado.

As investigações tiveram início após o procurador da República Uendel Ugatti ser procurado pelo gerente executivo no INSS de Ribeirão Preto alertando sobre as fraudes. O Ministério Público Federal (MPF) acionou a PF, pedindo inclusive interceptações telefônicas.

A quadrilha atuava aliciando idosas de baixa renda, prometendo benefícios do INSS. Com documentos pessoais delas, Reginaldo Ribeiro Júnior, que trabalhava dentro do INSS, manipulava o sistema para conceder o benefício - que era indevido.

Em troca, a quadrilha recebia seis meses do valor concedido às idosas, que não sabiam da irregularidade.

O MPF estima o rombo de R$ 1 milhão no INSS, com 3 mil benefícios irregulares concedidos. O bando já havia sido condenado duas vezes entre 2008 e 2010 pela Justiça Federal por formação de quadrilha, estelionato e corrupção.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 98 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal