Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

24/06/2013 - Rádio Renascença Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Três pessoas acusadas por crimes com cartões de crédito

Os arguidos, que serão julgados por um tribunal colectivo, puseram em circulação cartões de crédito contrafeitos como se fossem meios de pagamento válido.

O Ministério Público acusou três pessoas pela prática dos crimes de burla, burla informática e passagem de moeda falsa/cartões de crédito forjados, ficando o principal arguido em prisão preventiva, informou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Segundo a PGDL, os arguidos realizaram pagamentos em "sites" de compras "online" na internet, através da inserção de elementos de um cartão de crédito alheio, utilizando indevidamente elementos desse cartão emitido por um banco no Brasil e ao qual tiveram acesso de modo não apurado.

Durante 2012 os arguidos tiveram acesso, de modo não apurado, a 12 cartões de crédito genuínos do sistema Visa, emitidos nos Estados Unidos, após o que recolheram, gravaram e copiaram as informações constantes das respectivas bandas magnéticas, substituindo as verdadeiras identidades dos seus titulares pela identidade de um dos arguidos, de forma a utilizá-los em pagamentos electrónicos, pois em tudo eram idênticos aos cartões verdadeiros.

Os arguidos realizaram assim, durante o mês de Junho de 2012, 32 transacções, tendo obtido sucesso em seis delas.

Anteriormente, tinham feito a utilização de dois destes cartões como suposto meio de pagamento em diversos estabelecimentos comerciais de Lisboa, Portimão, Albufeira, Vilamoura, Almancil, Loulé, Boliqueime.

Os arguidos, que serão julgados por um tribunal colectivo, puseram em circulação cartões de crédito contrafeitos como se fossem meios de pagamento válido, pondo em causa o seu valor como moeda e causando prejuízo aos respectivos titulares e à Unicre, que suportou a reposição das quantias, destaca o comunicado da PGDL.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 136 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal