Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/06/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-presidente de comissão é preso suspeito de fraudes em Pontal, SP

Advogado de defesa disse que pedirá habeas corpus para Marcelo Tiépolo. Ex-prefeito também foi preso por suspeita de crimes contra a administração.

O ex-presidente da comissão de licitações da Prefeitura de Pontal (SP), Marcelo Tiépolo, foi preso nesta quarta-feira (19) suspeito de participação em fraudes contra a administração municipal. Segundo o Ministério Público, ele pode ter tido envolvimento em um desvio de aproximadamente R$ 25 milhões em recursos públicos. O advogado de defesa de Tiépolo, Aulus Oliveira, disse que entrará com pedido de habeas corpus.

De acordo com o promotor de Justiça Wanderley Batista da Trindade Júnior, o ex-presidente da comissão de licitações é suspeito de ter atuado ilegalmente com o ex-prefeito Antônio Frederico Venturelli Júnior (PSD), que está preso desde 14 de maio por suposta atuação no mesmo tipo de crime contra a administração pública.

Tiépolo foi encaminhado para a cadeia de Jaboticabal, mas será transferido para o Centro de Detenção Provisória, segundo o delegado de Sertãozinho (SP), Pláucio Fernandes.

Defesa

O advogado de defesa de Marcelo Tiéfolo, Aulus Oliveira, informou que entrará com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e que, até o julgamento do recurso, também solicitará a transferência do chefe de gabinete da Prefeitura para outro centro de detenção.

Fraudes na Prefeitura
As supostas fraudes em licitações na Prefeitura de Pontal já resultaram na prisão do ex-prefeito Antônio Frederico Venturelli Júnior. Ele está preso desde 14 de maio suspeito de desviar R$ 200 mil dos cofres públicos. No dia 6, ele foi transferido para a Penitenciária II de Tremembé (SP).

Além do desvio, a promotoria investiga o envolvimento de diferentes servidores de Pontal em crimes como peculato, falsidade ideológica, formação de quadrilha e retenção de documentos em pregões que podem ter resultado em um desvio total de R$ 25 milhões no município.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 154 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal