Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/06/2013 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MPPB denuncia esteticista acusada de praticar estelionato e exercício ilegal da Medicina, em CG


A esteticista Maria Gorete Moura de Castro, proprietária da clínica “D´Pele”, que funcionava no bairro Catolé, em Campina Grande, foi presa no município de Ipu, no Ceará, a 257 quilômetros de Fortaleza. Ela foi denunciada, no último dia 10 de junho, pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) por praticar crimes de estelionato, lesão corporal e exercício ilegal da Medicina. Na semana passada, a Justiça deferiu o pedido da promotoria e autorizou a transferência da esteticista da Cadeia Pública de Ipu para o Presídio Feminino de Campina Grande.
De acordo com a promotora de Justiça Liana Carvalho, a acusada pode ser condenada a, pelo menos, 12 anos de detenção pelos crimes praticados na Paraíba. Na Comarca de Arcoverde, em Pernambuco, Maria Gorete já respondia processo por crime de homicídio qualificado praticado contra uma paciente.

Em Campina Grande, a esteticista é acusada de injetar, em novembro de 2011, silicone líquido em uma paciente que procurou a clínica para fazer uma bioplastia, uma técnica para modelar o corpo sem cortes que só pode ser realizada por médicos especializados. A paciente teve inflamação no local em que foi injetado o silicone e dano irreversível. Neste caso, Maria Gorete também teria utilizado receituário de uma odontóloga para prescrever antibióticos para a paciente.

O Ministério Público paraibano estima que muitas pessoas tenham sido vítimas da esteticista, uma vez que, em 2012, ela vendeu serviços de sua clínica, a “D`Pele”, no site de compra coletiva “Peixe Urbano”, tendo recebido os pagamentos devidos, sem cumprir o contratado. A orientação é que as pessoas que compraram “pacotes” da clínica de estética e que não receberam os serviços procurem o Ministério Público estadual, em Campina Grande.

Prisão

Para evitar a prisão, Maria Gorete fugiu de Campina Grande. Ela foi encontrada em Ipu, no Ceará, onde continuava a praticar os mesmos crimes. A defesa da esteticista chegou a ingressar com pedido de revogação da prisão preventiva, que foi negado pela Justiça. “A autuada foi presa na cidade de Ipu/CE graças ao esmerado trabalho de investigação policial, pois havia deixado esta localidade sem informar novo endereço; por certo para continuar com suas atividades criminosas em outra cidade. Ela agia de forma contumaz no mundo do ilícito, acostumada a sair impune com seus atos e, se fosse posta em liberdade, constituiria uma ameaça à ordem pública, posto que já foi responsável por lesar física e economicamente diversas vítimas”, argumentou a promotora de Justiça.

Segundo Liana Carvalho, a defesa juntou aos autos do pedido de revogação da prisão preventiva um diploma de curso de técnico de enfermagem que não pertencia à autuada e o diploma de fisioterapeuta datado de 13 de novembro de 2012, quando todos os fatos que deram origem à denúncia do MPPB já haviam ocorrido.

Em outubro do ano passado, o Conselho Regional de Fisioterapia fez uma fiscalização na clínica “D´Pele”, onde constatou que Maria Gorete se apresentava como fisioterapeuta, apesar de ainda não possuir diploma; tendo sido orientada a parar qualquer tipo de atividade ilegítima. “Certamente por isso, em 16 de novembro de 2012, a autuada sorrateiramente, fechou a clínica, tirando de lá todos os equipamentos e se evadiu da cidade, sem honrar os contratos que ainda estavam em aberto”, explicou a representante do MPPB.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 167 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal