Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/06/2013 - Diário do Sudoeste / FolhaPress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cunhado de ativista é condenado a 11 anos de prisão por fraude


SÃO PAULO, SP, 9 de junho (Folhapress) - A Justiça da China condenou hoje a 11 anos de prisão por fraude imobiliária o cunhado do ativista e prêmio Nobel da Paz Liu Xiaobo. A pena foi considerada alta para o caso, o que a defesa considerou como uma forma de perseguição política.
Liu Hui, que é irmão da mulher do ativista, Liu Xia, foi considerado culpado de levar 3 milhões de iuanes (R$ 1,05 milhão) junto com um sócio de uma terceira pessoa em uma transação imobiliária. A defesa afirmou que o dinheiro foi devolvido e a polícia arquivou o caso no ano passado.
No entanto, o processo foi reaberto no início deste ano, quando foram retomadas as acusações contra o cunhado do ativista. Familiares e defensores consideraram a pena absurda para o delito, o que é mais um sinal de perseguição política.
"Este veredicto não tem fundamento e é totalmente injusto", disse seu advogado, Mo Shaoping, especializado em casos de direitos humanos.
A sentença contra Liu Hui foi acompanhada pela mulher de Liu Xiaobo, Liu Xia. Segundo o defensor, ela foi autorizada a deixar a prisão domiciliar para ouvir a audiência e está chocada pela condenação. Liu Hui vai recorrer contra a condenação.
O caso é o último capítulo da perseguição à família Liu. O ativista foi preso em 2008 e condenado em 2009 a 11 anos de prisão por subversão. Ele era um dos fundadores do Carta 08, texto que pedia democracia plural na China.
A prisão política foi um dos motivos para que ele fosse reconhecido com o Prêmio Nobel da Paz em 2010. Dias antes da prisão, sua mulher, Liu Xia, foi mantida em prisão domiciliar para que não recebesse o prêmio, embora não tivesse nenhuma acusação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 89 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal