Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

17/06/2013 - Jornal na Net Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Roubos a comércios, residência e crimes de estelionato são registrados em Taboão

Por: Karen Santiago


A última sexta-feira (14) foi marcada por dois assaltos a estabelecimentos comerciais na cidade de Taboão da Serra. Três crimes de estelionato também foram registrados na cidade. Golpistas também fizeram refém uma auxiliar de produção em uma Ótica da Kizaemon Takeuti no sábado, dia 15. No mesmo dia criminosos armados praticaram arrastão em duas residências na cidade Intercap.

Logo pela manhã na sexta, o banco Santander da rua do Tesouro foi invadido por três criminosos que além de levarem a quantia de R$ 400 mil e dois revolveres calibre 38, fizeram diversos funcionários reféns. O trio teria conseguido entrar na agência, assim que o banco foi aberto. Armados, eles obrigaram o gerente a entregar as chaves do cofre, de onde a quantia foi roubada.

Uma farmácia na rua Benedito Marinomio Filho, Jardim Mituzi também foi invadida por bandidos. Armada, a dupla entrou no estabelecimento e exigiu que uma funcionária entregasse o dinheiro do caixa: R$ 80,00 foi levado por eles. Em conversa com uma outra moça que também trabalha no local, foi descoberto que os mesmos acusados teriam roubado no dia 25 de maio, a quantia de R$ 190,00 do local. De acordo com a funcionária um dos acusados tem cabelo curto, com os lados raspados, 1,70 de altura, magro e rosto com muitas espinhas – avermelhadas.

Os crimes de estelionato fizeram três vítimas reféns no dia 14. Uma dentista de 36 anos disse em depoimento à polícia que um homem a induziu ao erro pedindo que ela deposita-se a quantia de R$ 2.998,22 para ganhar o valor de R$ 100.000,00 e ainda um carro zero KM. Ela teria ainda depositado a quantia em quatro contas distintas e também realizado recargas de R$ 18 por mais quatro vezes.

Outra dentista de 40 anos e sócia da empresa correntista do Banco Santander disse que tomou conhecimento que um cheque de R$ 877,00 da empresa foi clonado. O cheque teria sido preenchido por ela e o saque feito na própria máquina. O pagamento na boca do caixa ao averiguado A.K.

No mesmo dia, uma doméstica estava em sua residência no Parque Pinheiros quando recebeu um torpedo informando que ela havia sido contemplada com um prêmio de R$ 120.000,00 e devia ligar para um número determinado. Assim que ligou a mulher falou com Pedro Américo do setor Globo de Premiações que a informou que para receber a quantia ela precisava abrir uma conta corrente em seu nome e depositar o valor de R$ 399,80 em uma conta da Caixa Econômica Federal. Ela acabou efetuando o depósito na lotérica e quando ligou para confirmar não conseguiu mais falar com ninguém.

Outro estelionato aconteceu entre “amigas”, no bairro São Judas Tadeu. A vítima foi uma cabeleireira de 30 anos. Ela teria deixado a "amiga" Jéssica Pauliane Barbosa Reis de 18 anos dormir em sua casa por três dias. Na manhã de sexta-feira (14) em ligação para a operadora de seu cartão de crédito foi informada que uma compra no valor de R$ 159,97 em três parcelas, constava em seu nome e tinha sido feita com seu consentimento, apesar de não estar no estabelecimento.

Em conversa com a “amiga” ela teria pedido desculpas e afirmado que fez a compra. Ela teria prometido também devolver a quantia para a vítima. O que não foi feito. Em depoimento à polícia a acusada disse que se aproveitou do momento em que a vítima não estava em casa, para abrir sua bolsa e pegar seu cartão de crédito. Na seqüência foi até uma loja de roupas e comprou uma calça jeans com o cartão.

No sábado, dia 15, uma auxiliar de produção tentou realizar uma compra no crediário das Casas Bahia, mas descobriu que seu CPF estava restrito com débito feito na loja Ótica Pirajuçara. No local o responsável forneceu cópia do contrato em 24/04 onde constatou seus dados, CPF e RG, porém o endereço de localização diverso. De acordo com o responsável, a compradora averiguada foi ao local com um homem não identificado que deixou seu nome e telefone de contato. A vítima reconheceu que A.L freqüenta a mesma igreja que a família dela, mas desconhece o débito de R$ 750.

Uma quadrilha de assaltantes fez um arrastão em duas residências no mesmo terreno na rua Benedito Procópio, cidade Intercap, por volta das 23h do último sábado, dia 15. Uma das vítimas é irmão do proprietário da casa, que viajava no momento do crime, a outra é a inquilina. Os criminosos surpreenderam os dois assim que foi aberto o portão.

A quantia de R$ 3.850 foi levada por eles, além de celulares, cartões, dvd's, televisores, notebooks e dois veículos, onde carregaram tudo que roubaram. As duas vítimas foram trancadas pelos criminosos no interior do imóvel e socorridas por vizinhos após pedido de socorro. A quadrilha fugiu.

As ocorrências foram registradas na Delegacia central da cidade, onde os crimes são investigados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 156 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal