Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/06/2013 - Yahoo Notícias / Agência O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Deloitte é banida do estado de Nova York por um ano


NOVA YORK - Investigada num escândalo de lavagem de dinheiro, a firma de consultoria Deloitte concordou em pagar uma multa de US$ 10 milhões e deixar de prestar serviços a instituições financeiras do estado de Nova York pelo período de um ano, informou nesta terça-feira o "Wall Street Journal".

A Deloitte foi acusada de conduzir mal um trabalho sobre prevenção a fraudes em 2004, quando contratada pelo banco Standard Chartered. Na ocasião, a Deloitte retirou de seu relatório final uma recomendação que auxiliaria a prevenção de lavagem de dinheiro, apontou o Departamento de Serviços Financeiros (DFS, na sigla em inglês) do estado. Além disso, violou leis de confidencialidade ao abrir dados do Standard Chartered para outros clientes.

A ação faz parte de um movimento mais amplo para "limpar" a indústria de consultoria, que foi "infectada por uma cultura de reciprocidade - eu coço as suas costas se você coçar as minhas - e assustadora falta de independência", disse Benjamin Lawsky, chefe do DFS.

Além da multa e da ausência no mercado local, a Deloitte também aceitou ajustar seus controles internos e criar novos padrões para ampliar a independência de sua atuação, segundo o DFS. A consultoria não quis se manifestar sobre o assunto, conforme o "Journal".

Por sua vez, o Standard Chartered pagou centenas de milhões de dólares, num acordo com o governo americano no ano passado, por conta de violação das normas de prevenção de lavagem de dinheiro. Além disso, pagou US$ 340 milhões, em setembro, ao DFS por ajudar a ocultar 60 mil transações, totalizando US$ 250 bilhões, com clientes iranianos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 140 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal