Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

18/06/2013 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos donos de bailão que vendiam bebidas falsas

Por: Giselle Ulbrich


Depois da prisão em flagrante de René Francisco Kegler, 37 anos, na semana passada, suspeito de falsificar bebidas alcoólicas, a polícia prendeu os donos de dois grandes bailões da capital, que revendiam o material aos clientes. Adelson Batista, 53 anos, dono do Adelsom Clube Show, no Sítio Cercado, e José Antônio Scholze Júnior, 50, do Clube Dançante Albratroz, no Pinheirinho, vão responder por adulteração de substância ou produto alimentício, assim como René.

Abertura

O delegado Amarildo Antunes, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), contou que os investigadores abordaram os donos dos estabelecimentos, quando eles abriam as casas noturnas, na sexta-feira à noite. No Albatroz, que fica na BR-116, a polícia recolheu 59 litros de bebidas diversas, como vodka, whisky, rum e tequila, que não passavam de álcool puro com essência. A mistura pode colocar a saúde em risco. No Adelsom, na Rua Izaac Ferreira da Cruz, a polícia recolheu 80 litros de bebidas. Algumas garrafas, tinham o nome de clientes, que a compravam fechada.

Autuados

Antunes disse que ambos alegaram não ser os responsáveis pela compra das bebidas e não sabiam das adulterações. “Como donos dos estabelecimentos, eles têm que saber o que acontece lá dentro”, alegou o delegado, que autuou ambos em flagrante. Antunes explicou que eles respondem pela adulteração porque a lei prevê que quem mantém em estoque ou vende os produtos falsificados são considerados falsificadores.

José Antônio e Adelson ficaram presos no Cope e foram liberados domingo para responder ao processo em liberdade. Os estabelecimentos não foram fechados. Outros comerciantes são investigados e podem ser presos nos próximos dias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 204 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal