Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/11/2007 - Diário de Natal Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpes via celular continuam fazendo vítimas


A Delegacia de Defraudações voltou a registrar a incidência de golpes realizados via celular. A forma de atuação não é novidade, mas mesmo assim, dezenas de pessoas continuam caindo no ‘‘conto do Vigário’’. O golpe do número premiado já vitimou centenas de pessoas em todo o país mas não é combatido com eficácia pela polícia. De acordo com o delegado de defraudações, Everaldo Fonseca, a fraude é difícil de ser investigada pois é praticada através de ‘‘telefones bomba’’, que após um ou dois dias de uso, são dispensados.

De acordo com o delegado, os estelionatários ligam para a pessoa e informam que ela ganhou um veículo da marca Cross Fox, sorteado pelo banco Inter-Americano ou de alguma outra grande empresa. A golpe prossegue com os golpistas pedindo para a pessoa fazer um depósito bancário e ficam com o dinheiro. O delegado frisa que o valor depende do interesse apresentado da pessoa. ‘‘Chega a até R$ 3 mil’’, explica. Pela vastidão de especificidades do crime de estelionato, fica difícil fazer um levantamento de quantas pessoas foram vítimas desse golpe na cidade, ressalta Everaldo Fonseca.

Fonseca destaca que as pessas devem ter consciência de que, se não se inscreveram em nenhum concurso, nem compraram nenhuma cartela de sorteio, não existe motivos para ser premiado. A orientação que ele passa às vítimas do golpe, é procurar imediatamente a polícia para que se possa tentar investigar a origem da ligação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 398 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal