Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/06/2013 - Angola Press Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Munícipes da Ingombota denunciam existência de falsos fiscais


Luanda - Munícipes do distrito urbano da Ingombota, em Luanda, denunciaram a existência, na circunscrição, de falsos fiscais, que fazem-se passar por agentes da administração, recolhendo de preferência viaturas novas sob pretexto de estarem mal estacionadas ou lavadas em locais inadequados.

Contactados pela Angop, alguns cidadãos denunciaram que os falsos fiscais usam rebocadores e acabam por levar as viaturas visadas, para locais desconhecidos.

Um cidadão do bairro Maculusso, identificado por Fernando Manuel, uma das vítimas, revelou que posteriormente são orientados para se dirigiram à direcção do serviço de fiscalização da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda ou ao parque da Chicala, na Ilha do Cabo.

“Nos dirigimos até ao local e para o nosso espanto nunca é encontrada a viatura”, explicou.

A munícipe Olga dos Santos Mendes referiu que também viu a sua viatura ser levada, a cerca de uma semana, e também não a encontrou no local indicado pelos supostos fiscais, por isso o caso foi levado às autoridades policiais.

Acrescentou que os criminosos apresentam-se disfarçados com uniformes dos serviços de fiscalização e as viaturas descaracterizadas sem timbre e matrícula.

Por sua vez, o director do serviço de fiscalização da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, António Francisco, assegurou que todas as viaturas (cor branca) oficiais estão identificadas, com os seus logótipos (azuis) nas portas, com chapas de matrículas.

De acordo com o responsável, quando os fiscais se deparam com viaturas em estacionamento inadequado estas são rebocadas e levadas ate ao parque da Chicala, onde são parqueadas e posteriormente, quanto aparecer o proprietário, é passada uma multa, correspondente a respectiva inflação.

Este valor monetário, prosseguiu, deve ser depositado numa da agência do Banco de Poupança e Crédito (BPC) localizado na sede da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda e é restituída a viatura ao munícipe.

Sublinhou que “as multas para as viaturas mal estacionadas são 82 mil kwanzas e em caso de lavagem 55 mil Akz”.

De salientar que o município de Luanda possui 30 carrinhas para o apoio dos fiscais e 18 prontos socorros para remoção de meios em transgressão.

O município de Luanda (antigamente Loanda) está subdividido em seis distritos urbanos Ingombota, Maianga, Kilamba Kiaxi, Rangel, Samba e Sambizanga.

O distrito urbano da Ingombota, com mais de nove mil metros quadrados, ocupa mais de 50 porcento da zona urbana da cidade de Luanda. É onde está localizada a maior parte dos serviços administrativos e carece de parques de estacionamentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 135 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal