Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

10/06/2013 - SIC Online / Lusa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Três familiares do Rei de Espanha suspeitos de ligações à Mafia Chinesa

Três familiares afastados do Rei Juan Carlos, de Espanha, estão sob investigação por decisão judicial, suspeitos de ligações com o escândalo de lavagem de dinheiro da Mafia Chinesa, disse hoje fonte judicial.

O caso fez algumas manchetes em Espanha, numa altura em que as atenções estão viradas para alguns escândalos de corrupção como um que envolve o Duque de Palma de Maiorca, Iaki Urdangarin, genro do monarca, e outro em torno dos financiamentos do Partido Popular, atualmente no poder.

O caso mais recente envolve treze pessoas, entre elas, os familiares do Rei, que foram ouvidas hoje por um juiz do Audiência Nacional, em Madrid, suspeitas de lavagem de dinheiro e crime contra o fisco, disse à AFP fonte judicial, falando sob condição de anonimato.

Os três familiares do soberano são Maria Margarita e Maria Inmaculada Borbon Dos Sicilias Lubomiska, primas mais velhas da mãe de Juan Carlos, que não compareceram por razões de saúde, e a filha de Maria Inmaculada, Maria Ilia Garcia de Saez, que deverá ser presente ao juiz na terça-feira, disse a mesma fonte.

As três são suspeitas de receberem dinheiro do círculo da Mafia Chinesa.

Gao Ping, um empresário chinês e proprietário de uma galeria de arte, é acusado de liderar uma rede que lavava centenas de milhões de euros em Espanha.

Ping foi detido com 80 outros, em outubro último, numa operação policial espanhola, apelidada "Imperador" que mobilizou 500 agentes e levou à apreensão de 10 milhões de euros em dinheiro, 200 veículos, armas de fogo, joias e obras de arte.

Gao Ping foi libertado no dia 29 novembro passado, juntamente com outros onze, em virtude de um problema processual relacionado, mas em abril voltou para a prisão.

Juan Carlos, que em 1975 restaurou a monarquia em Espanha e o sistema democrático, foi já afetado por um escândalo de corrupção que envolveu a filha mais nova, a infanta Cristina, cujos assuntos fiscais estão a ser investigados, e o seu marido, Iaki Urdangarin, que está a ser investigado desde finais de 2011 por suspeita de apropriação indevida de dinheiros públicos.

Juan Carlos, de 75 anos, tem estado sob a mira da opinião pública, tendo feito um pedido de desculpas o ano passado, quando se soube que tinha realizado uma viagem para Botswana para participar numa caçada ao elefante.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 105 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal