Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/06/2013 - Notícias ao Minuto / Lusa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Espanha Mais de 300 casos de corrupção investigados em Espanha

A justiça espanhola está a investigar mais de 300 pessoas, a maioria detentoras de cargos públicos, por processos de corrupção em vários pontos do país que representaram perdas de mais de 1.200 milhões de euros, segundo a imprensa espanhola.

A justiça espanhola está a investigar mais de 300 pessoas, a maioria detentoras de cargos públicos, por processos de corrupção em vários pontos do país que representaram perdas de mais de 1.200 milhões de euros, segundo a imprensa espanhola.

O jornal El Economista apresenta o balanço na sua edição de hoje, considerando que "não há semana em Espanha que não saia à luz um novo caso de corrupção vinculado a dinheiro público".

Desvio de fundos públicos, branqueamento de capitais, burla e corrupção estão entre os principais crimes a ser atualmente investigados em todas as comunidades autónomas.

O de maior dimensão relaciona-se com uma rede de pagamento ilegal de indemnizações na Andaluzia que ao longo de uma década terá sido responsável pelo desvio de 712 milhões de euros.

O jornal refere ainda os casos de alegada burla na Catalunha, o mega processo conhecido como Malaya, em, Marbelha, e outros processos, como o que envolve o ex-tesoureiro do PP Luis Bárcenas e o ex-presidente da patronal espanhola (CEOE) Gerardo Diaz Ferran.

Casos envolvendo familiares do rei, incluindo o genro Iñaki Urdangarin, e o mega processo conhecido como Gurtel, que envolve vários ex-dirigentes do PP, estão entre os que estão a ser investigados.

Entre os processos, há 144 que envolvem dirigentes ou cargos públicos do PP e mais 112 do PSOE.

A região autónoma mais afetada é a Andaluzia, com 89 casos (quase um terço do total).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 96 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal