Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

07/06/2013 - Diário do Vale Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bombeiro de Nova Iguaçu é preso por estelionato em Quatis

Por: Dicler de Mello e Souza


O 2º sargento-bombeiro Tales Santos Silva, de 40 anos, foi transferido nesta sexta-feira, da cela provisória da 100ª DP (Porto Real) para o Quartel Prisional dos Bombeiros, no Rio. Ele foi preso na quinta-feira, na cidade de Quatis, junto com o filho dele, Warner de Oliveira da Silva, de 23, e Pedro Paulo Carvalho, de 29.

Os dois foram transferidos para a Casa de Custódia de Volta Redonda. O trio, que mora em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foi indiciado pelo delegado Ney Loureiro, por receptação e porte ilegal de arma, já que com Pedro Paulo foi apreendida uma pistola calibre 380.

Eles estavam numa Caminhonete Nissan, placa LUH-4150. Segundo o tenente-PM Paulo Henrique, o veículo foi uma das cinco caminhonetes roubadas no mesmo dia de uma agência revendedora de automóveis na Barra da Tijuca, no Rio.

O trio conseguiu comprar com cartões de crédito e de débito cerca de R$ 6 mil, no comércio de Quatis. Apenas num deposito de bebidas da cidade, eles conseguiram realizar uma compra no valor de R$ 3 mil, mas uma pessoa desconfiou e chamou a PM.

- Não sei que tipo de golpes eles aplicavam, porque passavam o cartão na maquininha e conseguiam realizar a compra. Quinze minutos após a realizarem a transação, a própria operadora emitia uma nota informando que a compra tinha sido cancelada. Acredito que se trata de um novo golpe na praça que ainda é desconhecido pela polícia - disse tenente.

Policiais civis da 100ª DP (Porto Real) também confirmaram que trio era especializado em realizar falsos pagamentos. Um inspetor disse que os suspeitos chegaram a fazer uma compra no valor de R$1.9 mil e pagaram com o cartão, mas logo depois a Cielo (administradora do cartão) ligou avisando que a compra havia sido cancelada.

A forma como eles agiam ainda está sendo investigada. Durante o flagrante, os policiais militares encontraram na caminhonete roubada, 13 fardos de energético e 50 de cerveja, que foram comprados de modo ilícito.

O tenente Paulo Henrique informou ainda, que contra o filho do bombeiro existe um mandado de prisão expedido em Nova Iguaçu por homicídio qualificado.

Os policiais descobriram ainda que o trio aplicou golpes também no comércio de Barra Mansa. Uma das vítimas foi o proprietário do Supermercado Fênix, que reconheceu os três suspeitos pela foto na delegacia de Porto Real.

Os suspeitos levaram 50 fardos de energético do estabelecimento de Barra Mansa. A polícia acredita ainda que o trio aplicou golpes num outro supermercado no bairro Vila Maria, na mesma cidade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 705 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal