Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/06/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso em MT após aplicar golpe de R$ 100 mil com cartões

Suspeito foi detido com 13 máquinas de cartões e documentos falsos. Polícia diz que homem aplicava golpe em pessoas e em empresas.

Um homem de 41 anos foi preso nesta quarta-feira (5) em Cuiabá, suspeito de aplicar um golpe de R$ 100 mil com cartões de crédito e débito através de compras em empresas de fachada. De acordo com a Polícia Civil ele seria um 'profissional' em falsificar documentos e fornecer esses papéis para organizações criminosas e estelionatários em Mato Grosso.

O suspeito utilizada dois nomes e teria aplicado o golpe em apenas 15 dias. Ele foi preso em flagrante em uma loja de material de construção. O local, segundo a polícia, era usado como fachada para falsificar documentos para outros suspeitos. Segundo a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), a ação do suspeito foi descoberta após investigações e monitoramento de quadrilhas de roubo a banco e caixas eletrônicos.

Na empresa os policiais encontraram diversos documentos falsos, como identidades, CPF, comprovantes de endereços, Carteiras de Habilitação, várias fotos 3x4, carteiras de trabalho, diplomas de curso superior. Também foram apreendidos aparelhos eletrônicos e folhas de cheque preenchidas em valores diversos.

Ainda no local a polícia encontrou 13 máquinas de débito e crédito e seis cartões. “Ele aplicava vários golpes em pessoas físicas e empresas. Seus clientes são pessoas que querem mudar de nome para 'limpar' o passado sujo, cometer crimes e criminosos que querem se esconder da Justiça, principalmente ladrões de bancos”, contou o delegado chefe do GCCO, Flávio Stringueta.

As máquinas de cartões eram a fonte de renda do estelionatário, que com os cartões e duas empresas de fachada, efetuava compras falsas para receber o dinheiro, na conta das empresas e ainda de uma pessoa física. A movimentação financeira está em mais de 30 comprovantes, sendo metade em nome de uma empresa supostamente falsa. Os valores variam de pequenas compras de R$ 10 até R$ 20 mil.

No escritório da empresa os policiais apreenderam documentos de registro de veículos e placas falsas de caminhões, que posteriormente seriam encaminhadas para estelionatários. “Ele também falsifica documentos e os utilizava para dar golpes em instituições financeiras, financiamento veículos e conseguindo empréstimos”, completou Stringueta.

Para a polícia, o suspeito falou que o dinheiro dos comprovantes foi usado para adquirir a empresa onde ele foi detido. Sobre as falsificações, o homem revelou que cobrava R$100 por documento falso. O suspeito foi detido por falsificação e uso de documentos público e particular e estelionato.

O material foi recolhido e encaminhado para a Perícia. Ao G1, a assessoria da Polícia Civil informou que o detido deve ser transferido para uma unidade prisional ainda nesta quinta-feira (6).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 87 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal