Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

07/06/2013 - Angola Press Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presidente José Eduardo aponta políticas para combate e erradicação da corrupção


Luanda - O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, sustentou que o seu Executivo tem políticas bem direccionadas no sentido de ultrapassar o fenómeno da corrupção, tornando-a cada vez menos presente na sociedade angolana.

"Não sei se algum dia vamos ultrapassar o fenómeno da corrupção. Como sabe, deverá ser dos mais antigos do mundo e existe em todos os países, infelizmente mesmo nos mais desenvolvidos. É evidente que os esforços do Governo devem estar orientados para a redução desse fenómeno, tornando-o irrelevante na sociedade", afirmou o Estadista, em entrevista exclusiva à estação televisiva portuguesa SIC, emitida na noite de quinta-feira.

O Presidente José Eduardo apontou, como políticas direccionadas para combater a corrupção, a melhoria periódica das remunerações dos servidores públicos, o reforço da actuação do Tribunal de Contas, que fiscaliza as contas do Estado e, por outro lado, quando há desvios, os seus actores são responsabilizados, sempre nos termos da Lei.

Paralelamente, o líder angolano destacou a realização de campanhas constantes de educação para que os cidadãos respeitem o património do Estado, os bens públicos e evitem fazer uso do que não lhes pertence.

José Eduardo dos Santos reiterou que a política que o MPLA segue é a de combater as assimetrias regionais, as desigualdades, sobretudo reduzir o fosso entre os mais ricos e os mais pobres.

"Temos um problema sério, que é uma herança pesada, que vem do tempo colonial, o subdesenvolvimento, que, em palavras mais simples, se traduz na pobreza, na falta de conhecimentos, por as pessoas não terem, em tempo oportuno, acesso à escolaridade, ao conhecimento", frisou.

Enfatizou serem ainda preocupantes os índices de pobreza elevados, rondando entre 35 a 36 porcento da população.

"Fazemos um esforço grande, temos um programa de combate à pobreza, pelo desenvolvimento rural, porquanto a pobreza está sobretudo nas populações que residem nas áreas rurais e na periferia das cidades", disse José Eduardo, para quem os programas estão bem direccionados e os objectivos traçados para que a pobreza seja erradicada ou reduzida ao máximo possível, nos próximos anos.

Explicou também que quando fala em redistribuição de riquezas, quer dizer, em primeiro lugar, que se deve garantir o crescimento sustentado da economia, produzir mais e redistribuir melhor, “o que significa ter uma boa política fiscal para arrecadar receitas suficientes para direccioná-las aos vários problemas sociais, cumprindo assim as responsabilidades sociais do Estado nas áreas da educação, da saúde, da protecção social, assistência social, etc".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal